(67) 99826-0686
PMCG - REFIS 01 a 30/07/2019

Sesau repudia ato de violência e explica demora em UPA: aumento de 90% nos casos de dengue

Secretaria lamenta caso de violência contra servidores

13 MAR 2019
Rodson Willyams
10h26min
Foto: Reprodução / RepórterTop

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) emitiu nota, nesta quarta-feira (13), onde lamenta a situação em que servidor da UPA Coronel Antonino ficou ferido após uma mulher quebrar o vidro da sala de triagem. Na nota, a Sesau repudia ato e justificou que a demora no atendimento ocorreu em virtude do crescimento dos casos de dengue na Capital.

A nota afirma que: "nestes três primeiros meses do ano houve um aumento de pelo menos 90% na demanda das unidades de urgência em decorrência dos casos de dengue e outros agravos, o que consequentemente têm sobrecarregado o serviço".  

E que, no caso da UPA Coronel Antonino, "tem recebido diariamente mais de 600 pacientes e isso reflete no tempo de espera por atendimento, principalmente de casos de menor gravidade, o que gera descontentamento e até mesmo reações impulsivas e graves como a presenciada na noite desta terça-feira, dia 12, na unidade".

Quanto ao ato de violência, a Sesau explica que: "repudia todo e qualquer ato de violência contra os servidores que atuam na rede municipal de saúde".  E emenda que a "saúde é direito do cidadão e dever do Estado, porém diante desse cenário se faz cada vez mais necessário o discernimento e o respeito".

Por fim, a secretaria reforça "que está dando todo o suporte ao servidor e que os fatos que culminaram nessa situação estão sendo apurados".

Veja também