Menu
sábado, 28 de maio de 2022 Campo Grande/MS
TOP MIDIA INSTITUCIONAL SUPER BANNER
Saúde

Telessaúde do Hospital Universitário realiza primeira transmissão de cirurgia ao vivo

Por meio de uma parceria com evento de cirurgia plástica, profissionais proporcionaram a integração entre saúde e tecnologia voltada ao ensino

03 setembro 2018 - 18h02Por HU-UFGD

O Centro Cirúrgico do Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) foi cenário de um marco na ampliação das atividades de Telessaúde da instituição neste sábado (1º). Por meio de parceria com o 1º Simpósio de Cirurgia Plástica do Interior do MS, foi realizada a primeira transmissão ao vivo de um procedimento cirúrgico executado no hospital.

A ideia surgiu do interesse dos acadêmicos do curso de Medicina da UFGD em vivenciar a experiência em cirurgia plástica reparadora e contou com amplo apoio das unidades de Telessaúde e de Cirurgia do HU-UFGD. Por meio delas, foram reunidos e disponibilizados equipamentos e materiais para que fosse possível a realização do procedimento, sua gravação e transmissão aos profissionais e estudantes que participavam do evento no auditório do Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran).

De acordo com o cirurgião plástico Douglas Menon, que é colaborador do HU-UFGD e coordenador do 1º Simpósio de Cirurgia Plástica do Interior do MS, a transmissão foi um marco importante para o desenvolvimento de outras atividades voltadas ao ensino em cirurgia, abrindo a possibilidade de novas transmissões ao vivo e, ainda, o estabelecimento de uma “videoteca cirúrgica” para consulta de acadêmicos e outros profissionais da instituição. 

Ele explica que, com a exibição do procedimento, o grupo que esteve presente no evento pôde participar de uma discussão simultânea sobre o caso da paciente em questão, que foi submetida à correção cirúrgica de um quadro de fissura palatina. 

Novas metodologias de ensino 

A chefe da Unidade de Telessaúde do HU-UFGD, Maria Cristina Correa de Souza, afirma que, com o sucesso da atividade de sábado, está aberto um novo horizonte para o setor, que pode tornar frequente a transmissão de cirurgias e outros procedimentos visando complementar a capacitação de estudantes e profissionais do hospital e de outras instituições. 

A profissional afirma que o uso de novas metodologias de ensino, mais atrativas e conectadas com a atualidade, corroboram com vocação do HU-UFGD, que é ser um hospital de ensino. Existe, aliás, a previsão de investimento em novos equipamentos e capacitações específicas para que, aliada à reestruturação feita no início de 2018, a Unidade de Telessaúde amplie ainda mais sua atuação no ensino e na pesquisa de Mato Grosso do Sul. 

Apoio 

O 1º Simpósio de Cirurgia Plástica do Interior do MS aconteceu nos dias 31 de agosto e 1 de setembro, e é uma realização da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com apoio das clínicas Modena, Imagem, Life Center, Santa Helena e Silimed. Junto à parceria com as unidades de Telessaúde e de Cirurgia do HU-UFGD, colaboraram com a transmissão da cirurgia, pelo hospital, a Unidade de Comunicação Social, o Setor de Engenharia Clínica e a Gerência de Ensino e Pesquisa, e pela UFGD, a Educação a Distância (EaD) e a Assessoria de Comunicação Social.