ALMS - RAMAL
Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
ALMS
Top Esporte

Cassems abre inscrições para corrida que terá foco em prevenção do câncer de mama e próstata

Corrida terá percursos de 5 e 10 quilômetros

02 setembro 2016 - 20h25Por Thiago de Souza

A Cassems abriu as inscrições para a 6ª edição da Corrida Saúde Cassems. O público interessado tem até o dia 5 de outubro para garantir presença na corrida. A prova acontece dia 23 de outubro, com percursos de 5 e 10 quilômetros, além da caminhada de cinco quilômetros. 

A largada esta prevista para às 8 horas, em frente a sede da Cassems, na Rua Antônio Maria Coelho, em Campo Grande.  Este ano, a novidade da Corrida Saúde Cassems é a união das campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul. A 6ª edição da corrida ergue as bandeiras de luta contra o câncer de mama, o câncer de próstata, e contra todos os tipos de câncer que acometem homens e mulheres em todo o mundo.  

Segundo diretora de Assistência à Saúde da Caixa dos Servidores, Maria Auxiliadora Budib, a Cassems quer chamar a atenção, não só dos seus beneficiários, mas de toda a sociedade para a seriedade da prevenção do câncer e do diagnóstico precoce. "Visitar o médico regularmente e ter hábitos saudáveis ajuda a prevenir não só o câncer como outras doenças e é um ato de amor próprio. Além disso, são atitudes que garantem uma vida longa e saudável", alertou. 

Inscrições

Para o beneficiário Cassems, a taxa de inscrição custa R$ 20,00 mais dois quilos de alimentos não perecíveis, exceto sal. Para o público em geral, será cobrado o valor de R$ 50,00 mais dois quilos de alimentos não perecíveis, exceto sal. Todos os alimentos arrecadados serão doados para instituições beneficentes.

Entrega do kit

Todos os inscritos terão um kit composto por camiseta personalizada, chip de cronometragem, medalha entre outros itens previstos em regulamento. A entrega do kit será feita no dia 22 de outubro, 13h às 17h, exclusivamente no estacionamento do Yoted, localizado na Rua Antônio Maria Coelho, 6.200. O participante poderá retirar seu kit e deve levar consigo os 2 kg de alimentos não perecíveis (exceto sal) que serão doados para as instituições escolhidas pela Cassems.

Outubro Rosa e Novembro Azul

Outubro Rosa é um movimento internacional que acontece todos os anos e tem como objetivo principal combater o câncer de mama e outros tipos de câncer que atingem as mulheres.
A campanha Outubro Rosa faz um alerta à sociedade feminina para a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer. O laço rosa é o símbolo do movimento e foi lançado pela primeira vez na década de 20, quando a fundação Susan G. Komen for the Cure distribuiu vários laços cor-de-rosa aos participantes da primeira Corrida pela Cura, que aconteceu na cidade de Nova York. Desde então, o laço rosa simboliza a luta contra o câncer de mama, e o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Mama é celebrado em 19 de outubro.

Já o Novembro Azul é uma campanha de conscientização direcionada aos homens a respeito de doenças masculinas, com destaque para a prevenção e o diagnóstico precoce do câncer de próstata. Vale lembrar que o câncer de próstata é mais incidente do que o câncer de mama, porque a maioria dos homens ainda se mostra bastante resistente quando o assunto é cuidar da saúde.

A campanha Novembro Azul busca promover uma mudança de comportamento em relação à ida do homem ao urologista e à realização do exame de toque. O dia 17 de novembro foi instituído como o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

 

Leia Também

ALÍVIO NO BOLSO DO ESTUDANTE: Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento de parcelas do Fies
Cidades
ALÍVIO NO BOLSO DO ESTUDANTE: Bolsonaro sanciona lei que suspende pagamento de parcelas do Fies
OMS manda especialista para investigar origem da Covid-19 na China
Saúde
OMS manda especialista para investigar origem da Covid-19 na China
Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Política
Presidente da Bolívia testa positivo para covid-19
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital
Cidade Morena
Exame particular da covid-19 pode custar entre R$ 160 e R$ 300 na Capital