(67) 99826-0686
REFIS FEV.

MS termina Jogos Escolares com 14 medalhas

Os jogos foram disputados em João Pessoa, na Paraíba

1 OUT 2016
Vinícius Squinelo
10h51min
Foto: Divulgação

Três ouros, cinco pratas e seis bronzes, um total de 14 medalhas. Foi assim que Mato Grosso do Sul terminou os Jogos Escolares da Juventude, disputados em João Pessoa, na Paraíba.

Foram 10 dias de jogos em 13 modalidades: atletismo, badminton, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, luta olímpica, natação, tênis de mesa, voleibol e xadrez. 160 atletas representaram o Estado e tiveram um rendimento superior ao de 2015.

Nas individuais foram 12 medalhas. Novamente, o maior número saiu do judô. Os judocas do Estado ganharam sete medalhas, contra cinco do ano passado. Lorraine Batista e Victória Aroca foram prata; Gabryel Vieira, Guilherme Silva, Leticia Menino e as equipes masculinas e feminina, bronze.

Os ouros vieram do atletismo e da natação. O primeiro foi conquistado por Bruna Vieira, no lançamento de dardo. Com um desempenho impecável, a atleta quebrou o recorde da competição três vezes. Com um lançamento de 47,37cm, Bruna confirmou o ouro.

Luis Henrique Ferreira buscou o segundo ouro na piscina da Vila Olímpica. Assim como Bruna, Luisinho tinha uma prata de 2015: a dos 50m peito.E foi nessa prova sua especialidade que o aluno do Colégio Nova Geração de Campo Grande ganhou sua medalha dourada. Ele bateu o recorde na classificatória e na final. A medalha de ouro foi apenas a primeira de três obtidas pelo nadador.

As outras duas foram de pratas. A primeira nos 100m peito e a segunda no revezamento 4×50, quatro estilos, ao lado dos colegas Caio França, Pedro Pena e Lucas Cirilo.

Quem também conquistou uma medalha de prata nos Jogos Escolares da Juventude foi Gabriel Trajano. Ele foi o segundo mais rápido nos 100m com barreiras.

Nas coletivas mais duas conquistas. O ouro das meninas do handebol, da escola Licurgo de Campo Grande, que com a conquista sobem para a primeira divisão, e o bronze, da segunda divisão, das garotas do basquete de Três Lagoas, da escola Parque São Carlos.

Foram 3 medalhas a mais do que em 2015. Nas individuais  haviam sido conquistadas 11 e nas coletivas nenhuma.

Frutos colhidos após investimentos nos escolares: alojamento dos atletas em hotéis, alimentação balanceada, criação do Centro de Convivência e maior número de jogos, mantendo todas as equipes em atividade até o último dia de competição.

“Ficamos muito satisfeitos, nossa meta é investir no esporte como um todo e ajudar a formar cidadãos de bem. Tudo começa no escolar. Desse grupo deve sair atletas olímpicos, mas principalmente homens e mulheres com condições de fazer diferença no mundo”, disse orgulhoso diretor presidente da Fundesporte Marcelo Miranda

Os Jogos Escolares da Juventude etapa 12 a 14 anos foram realizadas em João Pessoa entre 20 e 29 de setembro. para representar o Estado os atletas tiveram que vencer os jogos escolares de Mato Grosso do Sul.

Veja também