Águas
studio center
(67) 99826-0686

Campo Grande tem padroeiro casamenteiro, mas MS é 2º em ranking de divórcios

Conforme pesquisa, tempo médio entre a união e a separação no Estado é de 13 anos

13 JUN 2017
Amanda Amaral
17h49min
Foto: Ilustração

Apesar de ter uma ‘forcinha’ de Santo Antônio, o santo casamenteiro, Campo Grande não garante a sorte de seu padroeiro para todo Mato Grosso do Sul. Isso porque, conforme pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), que considera dados de 2015, o Estado é o segundo colocado no ranking de divórcios no país.

O resultado da Pesquisa de Registro Civil, divulgado no ano passado, apontou que o ‘campeão’ em separações de casais ficou com Roraima. Em MS, o tempo médio entre o início da oficialização da união e o fim dela é de 13 anos, o menor intervalo entre todos os demais estados do Brasil, que tem a média de 15 anos.

O Estado alcançou a primeira posição em separações consensuais, ou seja, quando as duas partes entram em acordo. Entre os casais de pessoas de sexo diferentes, a iniciativa pelo pedido do fim do casamento quando não há acordo, chamada de separação litigiosa, é em maior número das mulheres.

Em 2015, contudo, houve aumento de casamentos no Estado em 10%. Os dados levam em consideração os registros em cartórios civis, varas de família, foros ou varas cíveis e tabelionatos de notas.

A pesquisa com informações de 2016 deve ser publicada em novembro de 2017.

geral-interna2
zé ramalho

Veja também