zé ramalho
RACIONAIS
(67) 99826-0686
Na Lata - Conteúdo de alto Teor

Na Lata: com salário de R$ 30 mil líquido, auditor fiscal entra na Justiça para não pagar IPTU

Conhecido pela paixão pelo golfe, José Tiradentes de Lima Neto entrou em uma briga judicial com a prefeitura

14 FEV 2017
O Analista
08h08min

Conhecido pela paixão pelo golfe, o auditor Fiscal da Receita Estadual José Tiradentes de Lima Neto entrou em uma briga judicial com a prefeitura para não pagar IPTU de sua casa, localizada no Condomínio Terras do Golfe, uma das regiões mais nobres de Campo Grande. 

José Tiradentes de Lima Neto teve seu nome inscrito na divida ativa do Estado por débitos do IPTU dos anos de 2008, 2009 e 2012. A divida total dos impostos atrasados está em torno de R$ 57 mil. 

A Vara de Execução fiscal determinou a penhora de bens de José Neto por conta dos IPTU não pagos de 2008 e 2009, no valor de R$ 22 mil. 
Em ação na justiça, José Neto Lima tenta anular as cobranças do IPTU com a argumentação de que o imóvel se encontra na área Rural de Campo Grande, não podendo ser cobrado IPTU e sim a cobrança de ITR. Hoje, o auditor tem salário líquido de R$ 30 mil, conforme informações do Portal de Transparência do Governo do Estado.


Veja também