(67) 99826-0686
Na Lata - Conteúdo de alto Teor

Na Lata: ninho cheio causa debandada e pré-candidatos migram mesmo tendo que apoiar Giroto

A explicação é que o ninho não tinha mais espaço

16 ABR 2018
Rei Julien
09h50min
Foto: Reprodução/Facebook

O inchaço que se tornou o “ninho tucano” com a ida de vários nomes para o PSDB, desde as eleições de 2014, acabou tornando o partido “inviável” para alguns. E com isso, pré-candidatos a deputados estaduais resolveram, no quieto, mudar de sigla. Foi o caso do suplente de vereador João Henrique Catan. O jovem advogado migrou para o PR, para buscar uma vaga na Assembleia Legislativa.

A explicação é que o ninho não tinha mais espaço. Foi quase que uma troca, já que o PSDB “ganhou” o deputado estadual Paulo Corrêa, que saiu do PR por não concordar com um possível apoio ao pré-candidato André Puccinelli (MDB).  Mesmo caminho tomado por Londres Machado e a filha Grazielle, que é deputada estadual.

O problema também seria o “peso” que o nome do ex-deputado federal Edson Giroto traz. Seja para o bem, ou para o mal, Giroto é virtual candidato a voltar para a Câmara dos Deputados.

Veja também