FAPEC
Assembleia a  04 a 18/12
(67) 99826-0686
Gov presente - transparencia

Jovem alega traição e diz que foto do filho foi estopim para atirar em rival dentro de funerária

Plano era assassinar somente Douglas, disse o suspeito

4 DEZ 2017
Thiago de Souza
17h15min
Plano de Wellington era matar Douglas Nogueira Foto: Reprodução

Wellington Barbosa de Almeida,24, suspeito de atirar no atual namorado da ex-mulher, dentro de uma funerária em Campo Grande, se apresentou à polícia na tarde desta segunda-feira (4). O jovem alega que ficou transtornado ao ver a foto do filho que tem com a ex, na mesma cena dela beijando o atual, Douglas Nogueira,25.   

Almeida chegou à 6ª Delegacia de Polícia, junto com o advogado, por volta das 15 horas. Ele contou ao delegado Walmir de Moura Fé, que Valéria da Silva Fernandes, 24, o traía com a vítima. No entanto, recentemente descobriu que Douglas trabalhava na mesma funerária que sua ex, o que, segundo ele, denota que o caso entre os dois era antigo.

Ainda segundo o suspeito, o plano era assassinar somente Douglas. Ele comprou um revólver de uma pessoa no Portal Caiobá, por R$ 800, e ficou na espreita esperando a vítima chegar ao trabalho.

A arma do crime, no entanto, não foi entregue, já que Wellington disse ter jogado em um córrego depois do crime. Após os disparos, ele fugiu e deixou uma moto estacionada no local, que foi apreendida.

(Moura Fé diz que não há motivos ainda para pedir prisão de suspeito - Foto: Wesley Ortiz)

Conforme Moura Fé, no momento não há motivos para decretar a prisão do rapaz, já que ele se apresentou espontaneamente, junto com o advogado, é réu primário e está colaborando com a investigação.

O delegado disse que continua a ouvir testemunhas, e aguarda a recuperação da vítima, que passou por cirurgia na Santa Casa, no último sábado. O estado de saúde dele ainda é considerado grave.

O crime

Wellington Barbosa Almeida, 24 anos,  invadiu o trabalho da ex-mulher e atirou contra duas pessoas. Ele não aceitava o fim do relacionamento com Valéria e acreditava que a ex estaria com um novo namorado, que seria  Douglas Nogueira, de 25 anos.
Com uma arma em punho, Wellington surpreendeu e atirou contra Douglas em frente ao trabalho. Ferido, ele entrou no local que funciona a Pax Real do Brasil. Wellington seguiu a vítima e ao realizar outros disparos, acabou atingindo um cliente, identificado como Severiano Medina, de 56 anos.

Douglas foi atingido por um tiro no tórax, já Severiano foi baleado em uma das mãos. Ambos foram encaminhados para a Santa Casa da Capital. Valéria não se feriu. Após o crime, Wellington fugiu em uma motocicleta.

Veja também