Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Carinho, amor e fé, assim pai e filha com HIV vivem em Campo Grande

Criança tem apenas 12 anos e é órfã de mãe

13 MAR 2019
Nathalia Pelzl
13h10min
Foto: Wesley Ortiz

Carinho, amor e fé, esses são os segredos de P.V.N., pai da pequena A., de 12 anos. Eles enfrentam vários desafios, um deles é conviver com o vírus HIV, causador da aids e que ataca o sistema imunológico.

Impossibilitado de trabalhar por problemas na coluna, ele precisa fazer uma cirurgia. Assim, pai e filha vivem apenas com o benefício do Loas (Lei Orgânica de Assistência Social) e da ajuda do Lar dos Sonhos Positivos, que entrega uma cesta de alimentos mensalmente.

Segundo o pai, A. é uma menina dócil, de jeito fácil e bem educada, apesar de tudo que já enfrentou. Ele conta que hoje a filha está saudável e ressalta como foi a descoberta de que a filha era portadora do vírus.

“Eu morava com a mãe dela, agora falecida. Quando minha filha tinha 3 anos, ela decidiu ir embora para Nova Alvorada, fiquei algum tempo sem notícias, após um mês mais ou menos, descobri onde elas estavam. Minha filha estava doente, levei no posto do Tiradentes e depois no Coronel Antonino”.

“Foi no dia 12 de Setembro de 2010 que descobrimos a situação dela, estava sem dormir há cinco dias, levei no Tiradentes novamente, ai me encaminharam para o hospital, foi quando fizeram o diagnóstico e medicaram. Fizeram o teste nela e deu positivo, fizeram em mim também e deu positivo. Na época que a mãe dela morreu, me falaram que era meningite, só depois que descobri que ela tinha o vírus HIV”.

Emocionado, P. mostra um fé quase surreal. Ele conta que não é difícil criar e educar a filha, apesar dos obstáculos, e que tudo é possível porque ele acredita ser um vencedor.

“Eu sou um vencedor, minha filha veio como um presente de Deus, eu sempre cuidei dela, o primeiro banho eu que dei. Ela é a coisa mais maravilhosa da minha vida“, ressalta.

Após algum tempo, com a ajuda de um conhecido, P. conheceu o Lar dos Sonhos Positivos, instituição que ajuda pessoas nestas condições com auxílio de médico, atividades e, para algumas famílias como a dele, com a doação de alimentos.

Lá ele recebeu assistência social, orientações e destaca que o local é digno de muitos elogios.

“Sou grato por ter recebido o apoio desse lugar, só gratidão. Tenho as irmãs como mãe da minha filha, e de certa forma minha também, pelo acolhimento que recebi no local”.

Sobre a  instituição

Sob a direção das Irmãs Franciscanas Angelinas, o Lar dos Sonhos Positivos foi criado em 1996, com o objetivo de prestar atendimento de forma integral e gratuita a pessoas que convivem com o HIV/AIDS.

Em 2019, com dificuldades financeiras, um novo método de atendimento às crianças que vivem e convivem com HIV foi implantado, com visitas nas casas das famílias.

Mesmo sem a rotina dentro do Lar, a assistência sócio-educativo-psicológico está sendo feita às crianças. Em fevereiro, foram feitas 16 visitas.

(Foto: Vinicius Carvalho Pinto)

Os interessados em contribuir com a instituição podem fazer doações pelo site: apoia.se/lardossonhospositivos. É importante ressaltar que, apesar de boatos dizendo o contrário, a instituição permanece aberta e atendendo a população, necessitando sempre de doações de alimentos e roupas também.

As doações podem ser realizadas ainda por meio de depósito bancário:

Banco Sicredi (748)

Agência 0911 / Conta corrente 26632-1

Razão Social AFRANGEL

CNPJ 01.4790.219/0002-60

* Matéria alterada às 13h51 para correção e acréscimo de informações

Veja também