TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 02 de julho de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Mãe de criança com paralisia cerebral realiza galinhada beneficente para realizar cirurgia

Com a pandemia, os pais estão desempregados e a criança sem atendimento da fisioterapia. Ajude a Rebeca! Adquira um convite a R$ 10

06 julho 2020 - 17h00Por Rayani Santa Cruz

Mãe da pequena Rebeca Lopes, de 2 anos, Luana Caroline Lopes, 24 anos, vai fazer uma galinhada beneficente para realizar uma cirurgia no quadril da menina, que nasceu com microcefalia. 

Luana disse que o esposo, que é servente, está desempregado. E por causa da pandemia do novo coronavírus, a filha, que fazia tratamento na Apae, parou de fazer a fisioterapia, já que o atendimento foi encerrado.

A criança, que também possui  paralisia cerebral, está sofrendo porque o quadril está fora do lugar, e a cadeira de rodas recebida pelo Sistema Único de Saúde não é adaptável. 

“O que está me preocupando é que ela está com luxação de quadril, e sente muita dor. Parou tudo no SUS e a cadeira que é fornecida não é adaptável e ela sente demais. Vou fazer marmita só pra entrega e retirada, e quem colaborar me ajudará bastante para fazer a cirurgia”, diz a mãe.

Segundo Luana, não existe previsão de retorno da fisioterapia e, depois que Rebeca parou de fazer o tratamento, as dores são intensas. Rebeca ganhou uma cadeira adaptável e deve receber o objeto nos próximos dias, mas ainda assim terá de fazer o procedimento cirúrgico, diz a mãe.

Para colaborar ligue ou mande mensagem no 67 9644-7379.

(Divulgação)