TCE MAIO
TJMS MAIO
Menu
terça, 24 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Campo Grande

Inusitada, manifestação contra abate de jumentos vai ter protestos em Campo Grande

O objetivo é se posicionar contra acordo que estaria exportando carne e couro de jumento para a China

14 outubro 2018 - 08h00Por Dany Nascimento

Acontece no dia 14 de outubro, próximo domingo, a Manifestação Nacional Contra o Abate de Jumentos em 14 estados brasileiros. Em Mato Grosso do Sul, a manifestação é realizada por Leandro Julião Coelho, 21 anos, que convoca a população para participar do evento previsto para ocorrer no Parque das Nações Indígenas, em Campo Grande.

De acordo com Leandro, o objetivo é se posicionar contra um acordo feito entre uma empresa da Bahia que estaria exportando carne e couro de jumento para a China. “Eles comem a carne do animal na China e o couro eles utilizam para fazer remédio. Tem vídeos que mostram os animais agonizando no chão da empresa, queremos nos posicionar contra isso, é desumano. Estou confirmando se o evento será realizado dentro do Parque, mas se não for, vamos realizar na entrada principal da Avenida Afonso Pena”.

Conforme o manifestante, no município de Itapetinga, interior da Bahia, a empresa Nordeste Pecuária fornece a carne dos animais para a empresa chinesa Deej, localizada na província de Shandong. Nos últimos dias, numa propriedade que pertenceria a tal empresa, foram vistos animais passando fome e sede, fêmeas prenhes, fetos abortados, jumentinhos recém-nascidos agonizando até morrer, pois suas mães não conseguiam levantar-se, e outras tantas cenas bárbaras de horror.

O líder da manifestação destaca que uma equipe jurídica de São Paulo está elaborando uma carta-manifesto que será entregue por cada movimento para o Ministério Público. “Cada representante de um estado vai entregar essa carta. Ela tem diversas propostas, como a criação de santuários para esses animais e também a castração de machos”.