A+ A-

sexta, 19 de abril de 2024

sexta, 19 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Política

10/08/2018 13:23

A+ A-

Políticos participam em peso de manifestação de trabalhadores na Capital

Nesta manhã, centenas de pessoas percorreram o centro da cidade no 'Dia do Basta’

Políticos da oposição também foram às ruas de Campo Grande na manhã desta sexta-feira (10). Centenas de manifestantes percorreram vias do Centro da Capital para lutarem contra diversos fatores, como a reforma trabalhista, reforma da previdência, desemprego e a recessão econômica.

Como de costume, políticos da oposição ao Governo Federal e líderes sindicais também participaram da passeata que começou às 8h da manhã, na Praça do Rádio Clube. O militante Suél Ferranti, que não se candidatou nas eleições neste ano, mas já concorreu várias vezes, inclusive, a prefeito de Campo Grande, senador e vice-governador, esteve na manifestação e disse que a população quer um serviço público de qualidade e apoia a luta trabalhista contra a reforma da previdência.

“Estou sempre na luta da classe trabalhadora e sempre vou estar. Essa reforma da previdência vai acabar com os direitos de todos nós, trabalhadores. Não é uma causa política, não tem partido e sim uma luta para todos terem um serviço de qualidade”, disse Suél

O deputado federal Vander Loubet (PT) também percorreu as ruas juntamente com a população. Ele alega que as pessoas estão começando a abrir os olhos e voltam a comentar sobre o impeachment de Dilma Rousseff.

“Nós já falamos sobre o risco disso acontecer lá atrás, ainda no impeachment de Dilma. Agora vejo que toda população está acordando. É um dia Nacional do Basta, contra qualquer tirano dos direitos dos trabalhadores. Toda essa movimentação mostra o descontentamento das pessoas”, destacou Loubert.

O deputado estadual e também petista, Pedro Kemp, diz apoiar sempre a classe trabalhadora. Segundo ele, o que não for a favor do povo, não deve ser feito. Um exemplo é a reforma da previdência que vai deixar os trabalhadores em uma situação ainda pior.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias