TJ BANNER JUNHO 2022
TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 25 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
GOV CRESCIMENTO JUNHO 2022
Campo Grande

Aprovação de estado de calamidade legítima ações da prefeitura, destaca Marquinhos

Com a aprovação, Marquinhos terá liberdade orçamentária em contratos emergenciais, licitações e compras para combater covid-19

23 abril 2020 - 15h44Por Nathalia Pelzl

O estado de calamidade pública, aprovado pelos deputados na Assembleia de Legislativa de Mato Grosso do Sul, não muda nada na prática em Campo Grande, segundo o prefeito Marquinhos Trad (PSD).

A informação foi divulgada em live nesta quinta-feira (23). Para o prefeito, isso reforça os atos e medidas adotadas até agora para a prevenção da covid-19.

“Não muda absolutamente nada na prática, pois já tinha sido aprovado, legitima os atos da administração pública”.

Entenda

As medidas adotadas pelo prefeito durante a pandemia do novo coronavírus em Campo Grande causaram divergências de opiniões entre deputados da Assembleia Legislativa. 

O gestor fez o pedido de reconhecimento de estado de calamidade pública e, nesta quarta-feira (22), a Casa de Leis aprovou o projeto, mas com muitas críticas. Foram 14 votos favoráveis e seis contrários, tendo duas abstenções. 

Com a aprovação, Marquinhos terá liberdade orçamentária em contratos emergenciais, licitações e compras para combater ao novo coronavírus até o dia 31 de dezembro de 2020.