tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Personal baleado na boca em motel deve fazer nova cirurgia em Campo Grande

Paciente que estava com ex-mulher de policial pode precisar de plástica

02 dezembro 2021 - 20h31Por Thiago de Souza

Personal trainner, de 35 anos, deve fazer nova cirurgia, depois de levar um tiro na boca, no quarto de um motel, em Campo Grande. Ele está internado na Santa Casa de Campo Grande. 

Conforme o boletim médico mais recente, da tarde desta quinta-feira (2), o homem segue na enfermaria da unidade e está consciente, orientado e estável.

Ainda segundo o hospital, o personal é acompanhado pela equipe de cirurgia plástica e bucomaxilofacial. Ele tem programação de nova cirurgia na boca e não teve alterações do quadro clínico. 

Tiro

O educador físico levou um tiro na boca, na tarde de sexta-feira (26), no quarto de um motel, no Nova Lima. Ele estava acompanhado da ex-mulher do policial rodoviário federal, Tony Emerson Moretto. 

O agente federal rastreou o carro da ex e fez o flagrante da suposta traição. Depois de atirar no personal, o policial bateu na mulher e baleou o carro dela. 

Ferido, o paciente correu para a avenida Cônsul Assaf Trad, onde pediu ajuda para a Polícia Militar. A acompanhante dele teve ferimentos no rosto e foi levada ao Proncor. 

Conforme a investigação, Moretto fugiu do local e foi achado morto no domingo (28), em uma área rural da MS-040, perto das Moreninhas. A Perícia Técnica estima que ele tenha morrido no mesmo dia do ataque no motel. 

No dia do crime, a informação da rede social da mulher é que ela era casada com Tony Moretto. O mesmo constava no perfil do PRF. À polícia, a vítima disse que estava em processo de separação.