TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Campo Grande

Repórter Top: mulher com bebê de colo tenta usar vaga preferencial e é expulsa de shopping

Ela disse que tentou pedir conscientização por parte dos seguranças, mas não teve acordo

05 julho 2018 - 11h07Por Dany Nascimento

Revoltada após ser expulsa do estacionamento do Shopping Bosque dos Ipês, em Campo Grande, uma leitora do TopMídiaNews afirma que foi impedida de utilizar uma vaga prioritária, mesmo estando com um bebê e bagagens nos braços. “Fui expulsa por ter colocado meu carro em uma vaga preferencial. Eu, que tenho bebê, não pude ter acesso ao que me foi concebido por direito através de uma lei federal. Estou pasma, indignada, chateada, chocada. Não tenho palavras para expressar o que estou sentindo agora”.

A mulher afirma que foi abordada por um segurança do local no momento em que estacionou o veículo e foi ameaçada. “Quando estava entrando no shopping, fui abordada pelo segurança dizendo que eu não podia estacionar na vaga prioritária, pois eu não tinha o cartão do idoso. Eu, com um bebê e toda sua bagagem, pois só quem é mãe sabe o que é a canseira de sair de casa. Eu disse que tinha prioridade também, que era meu direito, mas ele não quis saber, ficou me ameaçando falando no rádio, chamando alguém. Eu questionei várias vezes que era um absurdo isso, tinha várias vagas preferenciais livres, muitas mesmo e era meu direito também”.

Após tentar explicar ao segurança que precisava estacionar no local por ter que carregar um bebê nos braços, a mulher foi até a atendente responsável por receber o pagamento daqueles que utilizam vagas no local, mas também foi ignorada. “Ela novamente disse que eram as normas da empresa e que não podia fazer nada. Uma empresa pode até privatizar um estacionamento, mas as leis existem para nós cidadãos independentes do lugar que estejamos, seja ele público ou privado”.

Ao tentar saber o nome do segurança que realizou a abordagem ‘intimista’, a mulher disse que o mesmo colocou a mão sobre o crachá. “Depois de muita discussão, eu pedi o nome do cidadão que estava me abordando e ele tapou o crachá e não deixou eu ver. Agora eu te pergunto, fim de noite, um shopping que costuma ser vazio, precisa tratar os clientes assim? Lojas perdem de vender por causa do estacionamento? Eu realmente estou indignada, me senti um animal sendo tocado de um estabelecimento. Aos administradores do shopping, eu peço que revejam as regras das empresas que trabalham para vocês. Pois no final de tudo, é o shopping que perde clientes”.

Shopping Bosque dos Ipês

O TopMídiaNews entrou em contato com a assessoria de imprensa do Shopping, mas até o fechamento desta matéria, nenhuma resposta foi encaminhada.