tjms 18/01 a21/01/2021
Menu
segunda, 18 de janeiro de 2021
dengue
Cidade Morena

'Alegre e amava os pais', revela prima de chargista esquartejado por massagista

Parentes desconheciam namoro com assassina confessa

24 novembro 2020 - 19h00Por Thiago de Souza

Uma prima do chargista Marco Antônio Rosa Borges lamentou, nesta terça-feira (24), a notícia que os restos mortais dele foram achados em um terreno, no Jardim Tarumã, em Campo Grande. Ela lembrou que o familiar era divertido e que amava a família. 

Conforme o depoimento exclusivo ao TopMídiaNews, a mãe de Marco Borges é irmã da mãe dela. A prima destacou que a vítima do assassinato era amável e cuidada e morava com os pais. 

‘’Minha família não merecia isso. Ele não merecia isso’’, lamentou a familiar. Ainda de acordo com o relato, a família de Marco Antônio não sabia do suposto relacionamento com a massagista Clarice Silvestre Azevedo. 

‘’Queremos justiça. Ninguém conhecia ela, queremos justiça’’, desabafou a parente. 

                                                                    

                                                                                                                               Clarice confessou o crime em relato à PM de São Gabriel D'Oeste. (Foto: Reprodução Facebook)

O crime

Na tarde desta terça-feira, Clarice procurou a Polícia Militar em São Gabriel do Oeste e relatou ter assassinado o chargista, que estava sumido desde o dia 21, um sábado.

A suspeita detalhou que namorava com a vítima e que tiveram uma discussão. Ele teria desferido um tapa nela e ela o empurrou, sendo que ele teria caído na escada e batido a cabeça. Na sequência ela teria pego uma faca e golpeado Marco Antônio. Também o esquartejou e colocou os pedaços em três malas, jogadas em um terreno no Tarumã.