Menu
segunda, 01 de março de 2021
Cidade Morena

Campo Grande terá reativação de leitos, toque de recolher e conscientização contra a pandemia

Regras mais duras retornam após aumentos de casos da doença na cidade e previsão de segunda onda

25 novembro 2020 - 12h10Por Rayani Santa Cruz

Prefeitura de Campo Grande decidiu, nesta quarta-feira (25), aumentar fiscalizações (toque de recolher) pela Guarda Civil Metropolitana, equipes da Semadur, Vigilância Sanitária, reativar leitos de UTI e instaurar campanhas educativas sobre o combate à Covid-19, principalmente entre os jovens entre 20 a 29 e de 30 a 40 anos, que são os principais disseminadores da doença.

A afirmativa partiu do secretário municipal de saúde, José Mauro Filho, após reunião a portas fechadas com o prefeito Marquinhos Trad, equipes responsáveis e Associação Comercial nesta manhã. 

“Esse público-alvo é jovem. E a gente tem que ter mais cuidado e campanhas educativas, pois é um público que saiu de casa e perdeu o medo desse problema. Mas, daqui a 15 dias, provavelmente esses números vão passar aos pacientes mais idosos e parentes. Observa-se pelo número de mortalidade, que mantém os números das duas semanas epidemiológicas  em torno de 15 a 20 óbitos”, disse ele, que explicou que o registro do óbito não é o mesmo da data. “Não é que em 24h morreram dez pessoas e isso confunde a forma de dar a notícia, por isso que a gente trabalha com a semana epidemiológica”.

Leitos

O gestor da pasta também disse que existem 20 leitos de UTI sem ocupação no Hospital do Pênfigo. E que, se houver necessidade, haverá a ativação deles. Ele explicou que o Hospital Regional é a principal unidade de atendimento e isso faz com que tenha mais pacientes. O HR também possui 20 leitos em desocupação.

“Diminuímos a quantidade desses leitos porque a taxa de ocupação ficou em 33% e teve uma repactuação que passou de 312 para 247 leitos de UTI na cidade. Nós não desativamos os outros leitos e sim transformamos eles para atender outras demandas. Agora, a gente observa aumento expressivo de contaminados do grupo jovem e o seguimento é novo. Estamos operando novamente para que haja a ativação desses leitos nas próximas semanas”.

José Mauro explica que a Capital teve aumento de casos positivados de 30% nas últimas semanas.

Toque de recolher

O secretário afirmou que o toque de recolher será novamente aderido para diminuir o fluxo de pessoas em horários noturnos. “Vai ser das 0h as 5h da manhã para pegar exatamente o segmento de festas, boates, que a gente observa descumprimento das regras”.

Comércio

Vai continuar aberto normalmente com planos de biossegurança, uso de máscara, distanciamento, álcool em gel e tudo que já está sendo feito. 

Novas decisões

José Mauro explica ainda que novas decisões podem ser tomadas, dependendo do aumento de casos e comportamento do campo-grandense. 

Testes

Continuarão a ser feitos nas 71 unidades básicas, da família e de Pronto Atendimento, além do Corpo de Bombeiros.