Menu
domingo, 09 de maio de 2021
mais social 05 a09/05/2021
Cidade Morena

Comunidade Tia Eva pode ganhar corredor cultural e gastronômico e moradores apoiam

O vereador Ronilço Guerreiro está discutindo a ideia com a secretaria municipal responsável e você o que acha?

31 janeiro 2021 - 09h30Por Rayani Santa Cruz

Transformar uma determinada via em corredor cultural e gastronômico dá vida e gera economia rentável ao local. E a comunidade Tia Eva pode ter o modelo na rua Eva Maria de Jesus, se a ideia do vereador Ronilço Guerreiro prosperar no Legislativo e Executivo.

De acordo com a conselheira fiscal da Associação dos Descentes da Tia Eva, Vania Lucia Batista Duarte, a rua principal da comunidade tem potencialidade, pois, possui diversos comércios,  feira semanal cultural e recebe diversos turistas e campo-grandenses que vão ao local para conhecer um pouco da história. 

“Antes do período eleitoral ele [Ronilço] conversou com a gente. E agora  passou na comunidade reafirmando o projeto e o compromisso de tentar  viabilizar o corredor cultural gastronômico. Já temos essa essencialidade e potencialidade na região. Agora, seria o passo de sistematizar, viabilizar e estruturar a via para essa transformação. Já temos uma feira cultural que acontece na comunidade, temos diversos comércios na rua principal e numa outra rua.”

Vânia afirma que a região possui estabelecimentos em diversos segmentos e inclusive do embelezamento capilar na questão afro. “A gente já tem muita coisa, recebemos o setor turístico para saber o que é o kilombola urbano. A gente tem a potencialidade e precisamos que isso se efetive”.

A rua Eva Maria de Jesus é onde fica a igreja local, salão social, escolas, comércios de artesanato, alimentos e outros tantos salões.

Ronilço se reuniu com a secretária adjunta da Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia), Mara Bethânia Gurgel, e discutiu diversos projetos voltados ao empreendedorismo, entre eles o corredor gastronômico da Tia Eva.

“Sempre digo que ‘empreendedorismo é a arte de realizar o sonho de maneira planejada’ e precisamos provocar nas pessoas o sonho de empreender. Essa reunião foi muito importante, pois discutimos possibilidades concretas, ideias que podem virar realidade e saí muito otimista desse encontro”, comentou Guerreiro.

Mara Bethânia avaliou o encontro como positivo e destacou o projeto na Comunidade de Tia Eva. “Já temos quatro corredores gastronômicos em Campo Grande, mas apenas um totalmente regulamentado. Achei fantástica essa proposta, pois é uma região cultural e que pode ser um diferencial turístico para a cidade. Vamos nos reunir com os moradores, apresentar modelos e dizer que existem alguns aspectos que precisam ser atendidos e acredito que será um projeto muito bom para a cidade”.