TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quinta, 22 de abril de 2021
MS MAIS SOCIAL 21 E 22/04
Cidade Morena

Engenheiro que matou filha de médicos está abalado, garante família em Campo Grande

Ele estava em uma S-10 quando atingiu a jovem em uma bicicleta no Parque dos Poderes

11 março 2021 - 17h00Por Thiago de Souza

O engenheiro, Mário Maurício Vasquez Beltrão, 63 anos, está abalado emocionalmente, em razão de ter atropelado e matado Emanuelle Aleixo Gorski, 21 anos, na noite desta quarta-feira (10), no Parque dos Poderes, em Campo Grande. A informação é do filho dele, que preferiu não se identificar. 

O rapaz conta que o acidente foi uma fatalidade ‘’que ninguém queria que acontecesse’’. Ele explica que Mário Maurício nunca se envolveu em nada de errado e que está bastante abalado com a situação. 

Ainda de acordo com o familiar, as duas famílias se conheciam e a parte do engenheiro já entrou em contato, indiretamente, com os pais da vítima, para manifestar solidariedade. 

‘’Estamos solidários. A Emanuelle foi a única vítima, sei que a família dela está sofrendo... ‘’, observou o filho do engenheiro. 

Acidente

Emanuelle era filha de do médico cardiologista, Anthony Guerra Gosrki, 50 anos e da cirurgiã plástica Andrea Aleixo. O avô materno dela também é médico do coração, bastante conhecido em Campo Grande e Bonito. 

Segundo o filho de Mário Maurício, o pai seguia pela Mato Grosso, passou a rotatória de entrada do Parque dos Poderes e seguiu pela avenida Desembargador Leão do Carmo Neto. Assim que acessou a avenida, atingiu Emanuelle, que estava de bicicleta. 

‘’Ela estava uns cinco metros depois da faixa de pedestre. Estava sem capacete e bateu a cabeça no chão’’, diz o familiar, que garante que o pai estava em baixa velocidade. 

‘’Ele tinha acabado de sair de uma rotatória. Estava devagar’’, acrescentou o filho. 

O jovem garante ainda que o pai ficou no local do acidente e prestou socorro à vítima e informações às autoridades. A jovem foi levada para a Santa Casa, já com traumatismo cranioencefálico e morreu instantes após dar entrada. 

O caso foi registrado na Depac Centro como morte a esclarecer. Para ver outras matérias desse caso, clique e aqui