Menu
segunda, 26 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Cidade Morena

Vídeo: ex-vereador admite eutanásia de animais em massa no CCZ e revolta protetores

Líder dos protetores teme que ele assuma comando de importante pasta na prefeitura; ex-vereador afirma que vídeo foi feito há anos e que foi cortado com intuito de prejudicá-lo;

09 janeiro 2021 - 18h10Por Rayani Santa Cruz

A protetora de animais Amanda Bilesk fez vídeo, nesta semana, e promoveu nas redes sociais um protesto contra a possibilidade de troca da sub-secretária do Bem-Estar Animal de Campo Grande, Ana Cristina Castro, pelo ex-vereador e ex-diretor do CCZ Francisco, o veterinário ‘Chico’.

Ela diz que representa várias ONGs e que Francisco não está apto ao cargo por ter promovido eutanásia em massa de animais com leishmaniose na cidade. Veja:

Amanda Bilesk fez vídeo representando as ONGs Cão Feliz, Fiel Amigos, Mapan, Anjos de Quatro Patas, Pedacinho do Céu, Amicats e Abrigo dos Bichos. Ela afirma que o CCZ e a causa animal não andam de mãos dadas. E fez crítica aos serviços do Centro de Controle de Zoonoses dizendo que não são benéficos à sociedade. 

“Todos nós juntos em uma única voz para nos colocar veementemente contra a possibilidade levantada pelo nosso poder público de substituir a Ana Cristina sub-secretária a Sub Secretaria de Bem-Estar Animal de Campo Grande, pelo ex-vereador Chico. Gente, a Ana está fazendo um excelente trabalho. Está alcançando conquistas e trazendo resultados que nunca tivemos em Campo Grande.”

Amanda cita que o ex-vereador teve oportunidade de mostrar o trabalho durante o período de vereança e não o fez. “Temos vídeo dele falando claramente, com tranquilidade e sem nenhum remorso que ele já fez eutanásia de 262 animais no CCZ em um único dia. Nós estamos aqui para deixar claro que a causa animal é manter a vida dos animais com dignidade e não sobre cercear o direito a vida. E nós não vamos aceitar essa arbitrariedade do poder público. Nós pedimos que, se você concorda com a gente. Compartilhe esse vídeo, poste nas suas redes sociais e marque o prefeito [Marquinhos Trad]. Deixe claro para ele, que a causa animal tem voz e nós estamos aqui para representar aqueles que não pode falar.”

 

O outro lado

Em contato com a assessoria de comunicação do veterinário Francisco foi afirmado que o trecho do vídeo foi cortado e que está fora de contexto. Foi dito ainda que o ex-vereador contava aos participantes de um evento sobre como eram feitos procedimentos para diminuir o índice de leishmaniose e controle da saúde pública na cidade. O veterinário reforçou que luta há mais de 40 anos pela causa animal.

"O vídeo foi feito a mais de 2 anos atrás, durante uma reunião no Combea, onde estava sendo explicado as diretrizes do Ministério da saúde, onde todo animal que testava positivo para leishmaniose era feito a eutanásia. Ressaltando que o vídeo que está sendo divulgado está cortado e fora do contexto atual.  Como servidor público, deveria realizar o procedimento indicado pelo Ministério da Saúde, em casos em que o animal está com  doença incurável e que apresente sofrimento a eutanásia é indica. Na época os tratamentos para leishmaniose eram proibidos e veterinários  que tratassem animais com essa doença eram processados. Como vereador na gestão de (2017-2020),  juntamente com outros colegas criei uma Lei que autoriza o tratamento de leishmaniose visceral canina em Campo Grande MS. A minha luta pela Causa Animal é antiga, são 38 anos trabalhando e lutando em prol daqueles que não tem voz."

Além disso, ele afirma que não existe nada oficial sobre cargo na Sub-secretaria. "Com relação a uma possível indicação, até o momento não soube de nada oficial, apenas através das redes sociais, onde venho sofrendo agressões verbais e difamações e também ameaças não só dirigidas a mim, como também a minha equipe, lamentável."

Leia Também

Motociclista causa acidente, foge e deixa esposa grávida no local
Interior
Motociclista causa acidente, foge e deixa esposa grávida no local
Idoso tenta defender cachorrinha, é xingado e leva banho de mangueira no Chácara Cachoeira
Polícia
Idoso tenta defender cachorrinha, é xingado e leva banho de mangueira no Chácara Cachoeira
Homem é esfaqueado na cabeça em Dourados
Interior
Homem é esfaqueado na cabeça em Dourados
Governo repassa verba para conclusão de 150 casas para sul-mato-grossenses
Cidades
Governo repassa verba para conclusão de 150 casas para sul-mato-grossenses