Menu
sábado, 08 de agosto de 2020
Linha de frente - compet
Cidade Morena

Se desrespeito com toque de recolher continuar, medidas radicais serão tomadas, garante prefeito

Prefeito pediu coletividade no enfrentamento da covid-19

02 julho 2020 - 14h08Por Nathalia Pelzl

Somente nesta madrugada, 29 comércios foram orientados a fechar as portas e encerrar as atividades. Além disso, 86 pessoas foram abordadas e orientadas a desfazer aglomerações e retornarem e permanecerem do lado de dentro de suas residências.

E durante transmissão na tarde desta quinta-feira (2), o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) demonstrou indignação com o desrespeito.

“Toque de recolher continua e a fiscalização ampliada e redobrada, razão de ontem ter fechado 29 comércios, número extremamente alto, teremos que tomar atitudes radicais, como fechamento. A próxima atitude que não gostaríamos de tomar é caçar alvarás”, disse.

Ele destacou que a prefeitura tem emitido decretos para que tudo siga com ‘ordem e decência’, entretanto, é preciso que haja coletividade para o enfrentamento desta pandemia.

“A prefeitura tem emitido decretos para que vocês possam cumpri-los, mas o comportamento social é importante, não adianta nós oferecermos a vocês o melhor caminho, se vocês não quiserem andar no melhor caminho. O ser humano precisa aprender a viver em coletividade e para vencer essa pandemia a gente precisa de vocês, mesmo que não acredite no coronavírus”, desabafou.

 

 

Leia Também

Ciro Gomes diz que trabalha para ser presidente e prender família Bolsonaro
Geral
Ciro Gomes diz que trabalha para ser presidente e prender família Bolsonaro
Corpo de mulher é achado enterrado em casa abandonada e dois são presos em Três Lagoas
Interior
Corpo de mulher é achado enterrado em casa abandonada e dois são presos em Três Lagoas
Saúde de Corumbá anuncia mais quatro mortes pela covid; total é 57
Cidade Morena
Saúde de Corumbá anuncia mais quatro mortes pela covid; total é 57
Com mais 1079 mortes, Brasil se aproxima dos 100 mil óbitos pela covid-19
Geral
Com mais 1079 mortes, Brasil se aproxima dos 100 mil óbitos pela covid-19