Menu
terça, 29 de setembro de 2020
Cidades

Ação da PF derruba família e finanças de megatraficante que comanda fronteira de MS

24 carros de luxo e patrimônio de R$ 50 milhões foram apreendidos

27 agosto 2020 - 17h28Por Thiago de Souza

A Polícia Federal detalhou a Operação Pavo Real, que prendeu familiares do traficante Jarvis Pavão, preso na Penitenciária Federal em Brasília, nesta quinta-feira (27). O objetivo da investida foi sufocar as finanças da organização criminosa. 

Segundo a PF, a Pavo Real mirou organizações que cometem crimes violentos e tem relações com o tráfico de drogas. Além disso, visou as lideranças e a descapitalização patrimonial. 

‘’Tanto que não apreendemos um grama sequer de droga. O objetivo é outro’’, disse o coordenador da investigação, que insiste que é preciso derrubar o pilar de sustentação das quadrilhas, que é o núcleo financeiro. 

‘’Houve um sequestro patrimonial na ordem de R$ 50 milhões dessa quadrilha’’, disse um dos coordenadores da ação. Entre os bens estão imóveis e aproximadamente 24 carros de luxo. 

Ainda segundo a polícia, os familiares de Pavão, sendo esposa, mãe, o padrasto, filhos, genros, irmãos e sobrinhos do megatraficante. Todos eles ostentavam riqueza que vinha do crime. Eles mantinham empresas de fachada e outras que existiam, mas serviam ao crime organizado. 

‘’Não adianta prender e isolar as lideranças, se os familiares continuam comandando o esquema aqui fora’’, refletiu o coordenador. 

A PF classificou a ação como ‘’contundente’’ e destacou que vai promover mais investidas, sempre mirando o núcleo financeiro da organização. 

Mortes

Jarvis Pavão é conhecido como o Rei da Fronteira e responsável pelo envido das drogas, produzidas no Peru, Colômbia e Bolívia, para dentro do Brasil. 

À Pavão são atribuídas execuções de inimigos e dissidentes. Uma das vítimas dele foi Jorge Rafaat, executado em Pedro Juan Caballero, em 2016, numa ação cinematográfica. 

Leia Também

Gravíssimo: mais duas mulheres relatam assédio de ginecologista em Campo Grande
Polícia
Gravíssimo: mais duas mulheres relatam assédio de ginecologista em Campo Grande
Desaparecida por dois anos, mulher é achada boiando no mar na Colômbia
Geral
Desaparecida por dois anos, mulher é achada boiando no mar na Colômbia
Toque de recolher deve começar à 1h da manhã em Campo Grande
Cidade Morena
Toque de recolher deve começar à 1h da manhã em Campo Grande
Custa quase R$ 200 mil: máquina chinesa consegue detectar covid-19 em 30 minutos
Geral
Custa quase R$ 200 mil: máquina chinesa consegue detectar covid-19 em 30 minutos