Menu
Busca sábado, 30 de maio de 2020
camara municipal
Cidades

PMA inicia a conferência de estoques de pescado na Capital

Piracema

08 novembro 2013 - 07h29Por Schimene Weber

Será iniciado hoje, às 8h, o controle dos estoques dos estabelecimentos que trabalham com pescado durante a Piracema - proibição da pesca no período de reprodução dos peixes, na bacia do Rio Paraguai e do Rio Paraná.

De acordo com a Polícia Militar Ambiental, principal fiscalizadora dos locais, será realizada a conferência dos estoques declarados, para que nenhum dos comerciantes possa adquirir pescado capturado durante a Piracema.

Na operação, também será fiscalizado se existem exemplares abaixo do tamanho mínimo permitido para a captura por lei, ou capturados com utensílios proibidos, o que caracteriza crime ambiental. 

O prazo para que os estabelecimentos declarassem seu estoque terminou ontem (07).

Penalidade - Embora não seja considerado crime ambiental, o decreto 6.514/98, que regulamenta a lei de crimes ambientais, prevê penas administrativas para quem não declara o estoque, inclusive, apreensão de todo o produto (artigo 35, inciso VI), mesmo que o pescado seja legal.

O período da Piracema termina em fevereiro de 2014, mês onde as fiscalizações também serão encerradas.

Leia Também

PÁGINA VIRADA: sem constrangimento, Willian Waack comenta protesto de negros nos EUA
Geral
PÁGINA VIRADA: sem constrangimento, Willian Waack comenta protesto de negros nos EUA
PF diz ao STF que vai ouvir Bolsonaro por causa das acusações de Moro
Geral
PF diz ao STF que vai ouvir Bolsonaro por causa das acusações de Moro
Moro sugere que Bolsonaro usou lei anticrime para proteger o filho Flávio
Cidades
Moro sugere que Bolsonaro usou lei anticrime para proteger o filho Flávio
Maia diz que Bolsonaro não 'comprou' Centrão: 'relação democrática'
Geral
Maia diz que Bolsonaro não 'comprou' Centrão: 'relação democrática'