Menu
Busca terça, 26 de maio de 2020
camara municipal
Cidades

Governo adia decreto que estabelece o 'cota zero' para o dourado em MS

Justificativa é reforçar os estoques pesqueiros dos rios do estado

30 janeiro 2019 - 18h43Por Thiago de Souza

Após ouvir sugestões de pescadores e ribeirinhos, o governo do Estado decidiu adiar decreto que estabelece cota zero para a pesca do dourado nos rios de Mato Grosso do Sul. A conversa entre as partes, que envolveu também o setor hoteleiro e turistas, ocorreu nesta quarta-feira (30).  

O secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, garantiu que não será publicado o decreto que impõe cota zero para a pesca amadora sem antes escutar toda a cadeia produtiva da pesca.

“Nossa preocupação é refazer os estoques pesqueiros dos rios do Mato Grosso do Sul. Mas toda uma estrutura está montada para a temporada de pesca desse ano baseada na legislação anterior e vamos discutir uma forma que não tenha prejuízos para quem vive da pesca em Mato Grosso do Sul”, disse Verruck.  

Durante a reunião, os representantes dos profissionais da pesca entregaram três documentos contendo propostas para que sejam incluídas na nova legislação. O secretário garantiu que vai ser feito um estudo específico sobre o que foi pontuado e até sexta-feira será elaborada uma minuta que deve ser apresentada para os representantes até a próxima semana.

Uma das reivindicações dos empresários foi pedir maior fiscalização nas cachoeiras do Estado, pois segundo eles, pescadores praticam pesca ilegal e em grande quantidade em quedas d’água. Outra questão que deverá ser debatida na próxima reunião é a educação ambiental dos pescadores amadores.

Também foi solicitado que seja estipulado tamanho mínimo e máximo dos peixes capturados, e que seja flexibilizado o período de implantação das novas regras para que os municípios possam se preparar e se adaptar.

O secretário Jaime Verruck lembrou que desde 2015 o Governo do Estado tem discutido com a sociedade civil a implantação da cota zero, junto com o monitoramento da quantidade do estoque pesqueiro dos rios do Mato Grosso do Sul.  

Leia Também

Mato Grosso do Sul confirma mais uma morte por coronavírus
Cidades
Mato Grosso do Sul confirma mais uma morte por coronavírus
Suspeito de desaparecimento de esposa pode ser julgado por dois crimes
Polícia
Suspeito de desaparecimento de esposa pode ser julgado por dois crimes
Repórter Top: leitor flagra sushiman sem máscara em restaurante famoso de Campo Grande
Cidade Morena
Repórter Top: leitor flagra sushiman sem máscara em restaurante famoso de Campo Grande
'Estão espalhando Fake News, é mentira que o prefeito fechou a cidade', diz Marquinhos
Cidade Morena
'Estão espalhando Fake News, é mentira que o prefeito fechou a cidade', diz Marquinhos