volta as aulas
Menu
Busca sexta, 28 de fevereiro de 2020
Cidades

Gripe já matou 44 pessoas este ano em MS; H1N1 responde por 41 óbitos

Campo Grande registra maior número de casos fatais

17 julho 2019 - 17h36Por Thiago de Souza

44 pessoas morreram por complicações de gripe até a metade de junho deste ano em Mato Grosso do Sul. O tipo H1N1 é o mais letal, sendo responsável por 41 dos óbitos. Os dados são do mais recente boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado nesta quarta-feira (17). 

Ainda segundo o boletim da SES, duas das mortes foram causadas pelo vírus H3N2 e quatro por um não subtipado. 

Campo Grande registra o maior número de mortes dos 79 municípios, sendo 16 óbitos. Em segundo lugar está Três Lagoas, com seis mortes, depois vem  Corumbá, Aquidauana e Ponta Porã com três mortes cada e Rio Verde do Mato Grosso com dois óbitos. 

Este é o segundo maior acúmulo de óbitos pela doença desde 2009. O ano com maior incidência dos registros foi 2016 com 103 mortes. 

Ao todo, o Estado já confirmou 223 diagnósticos da doença. Os dados de notificação por suspeita ultrapassam os 1.100 registros. 

 

Leia Também

Em MS, indígenas querem derrubar “homem do megafone” da Funai
Geral
Em MS, indígenas querem derrubar “homem do megafone” da Funai
Governo marca posse de Regina Duarte para dia 4 de março
Geral
Governo marca posse de Regina Duarte para dia 4 de março
Jovem é atingido na cabeça por hélice de máquina agrícola e morre
Interior
Jovem é atingido na cabeça por hélice de máquina agrícola e morre
Homem é executado em lava-jato
Polícia
Homem é executado em lava-jato