TJMS JULHO 2024

terça, 23 de julho de 2024

Busca

terça, 23 de julho de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Cidades

há 7 anos

Líder de bairro denuncia interferência de vereador e subsecretário em eleição de associação

Segundo ele, Coringa e Lívio não deixaram a luta 'ser igual'

Candidato a presidente da associação de moradores da Moreninha III, o líder comunitário João Doçura procurou a reportagem para denunciar que apesar de outros candidatos terem dito que não teriam envolvimento ou apoio político na escolha do presidente, as chapas receberam sim, apoio e interferência de políticos – com mandato ou sem, durante o pleito. 

A denúncia enviada com fotos do vereador Lívio Leite (PSDB) visitando o candidato Valdecir Gordo, da chapa 3 que saiu vitorioso do pleito e com reclamações sobre uma possível interferência até do Prefeito Marquinhos Trad (PSD) gerou reclamações. Além disso, Doçura também afirmou que o subsecretário de Direitos Humanos e ex-vereador Ademar Vieira, o Coringa, teria utilizado a estrutura da subsecretaria para auxiliar a irmã dele, Luzinete que também se candidatou. 

“O Valdeci gordo chapa 3,  ele é comissionado dá secretaria de saúde como assessor jurídico da secretaria de saúde ele foi nomeado na gestão do Marquinho Trad e foi apoiado pelo vereador Lívio que veio na Moreninha III pedir voto em casa por casa levando as propostas absurdas para mudar a intenção de votos assim atrapalhando a vontade do povo “, denunciou. 

Para ele, o pleito foi desigual. “Não é justo, eu queria que os políticos parassem de interferir nas eleições de bairro, porque tem que ser decisão do povo”, disse João Doçura a reportagem. Segundo ele, o fato de mandatários terem assumido um “lado” durante a escolha do presidente de bairro, acabou afastando os moradores da eleição. 

Dos dois mil moradores cadastrados para votar, somente 860 votaram. “Isso já mostra, quem mora aqui nem quis ir votar porque sabia que tinha participação de políticos”, denuncia. 
Apesar disso, o candidato derrotada – foram cinco chapas concorrendo, não quer pedir a anulação. “Não quero, mas faço questão de denunciar, porque daí quem sabe os políticos param de vir aqui querer mandar até em eleição de bairro”. 

O candidato Valdecir Gordo ganhou a eleição com 260 votos, já Luzinete teve 195 voto, o candidato Luciano com 217, João Doçura ficou em último com 124 e a eleição teve sete votos em branco e quatro votos anulados. 


O outro lado

A reportagem entrou em contato com a assessoria do vereador Livio que afirmou não ter sequer aparecido no bairro no dia da votação. “Essas fotos foram tiradas dias antes da eleição, quando ele veio assistir um jogo de futebol da equipe Raça no campo da Moreninha e a convite do Valdeci, foi conhecer a equipe da diretoria dele.  Afirmamos que que ninguém do gabinete esteve aqui no dia da eleição. Vieram só depois quando terminou a eleição a convite do novo presidente”, afirmou o vereador via assessoria. 

A assessoria do prefeito Marquinhos Trad também rebateu as acusações. “No domingo (18) o prefeito Marquinhos Trad participou do velório da irmã do pai dele e não teve nenhuma agenda pública, nem esteve no bairro onde ocorreu a eleição ou região das Moreninhas”.

Sobre uma possível participação do ex-vereador Coringa, a assessoria também negou. “O subsecretário de Direitos Humanos, Ademar Vieira Junior, esclarece que participou da eleição como morador e eleitor do Bairro Moreninhas III, onde tem residência há 34 anos. Ele afirmou que sua participação se restringiu ao seu voto, de forma democrática como sempre fez, e ao apoio pessoal a chapa 5, que tinha sua irmã como candidata”. 


 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO