Menu
Busca quinta, 14 de novembro de 2019
Cidades

Idosa abriga gatos em condições deploráveis e vizinho denunciam bichinhos doentes

Protetores de animais tentaram ajudar, mas moradora teria recusado; mau cheiro se espalha pela vizinhança

21 outubro 2019 - 07h00Por Nathalia Pelzl

Os vizinhos de uma idosa de aproximadamente 65 anos, moradora da Rua Padre João Greiner, na Vila Taveirópolis, em Campo Grande, estão incomodados com a falta de higiene e o mau cheiro que vem do local.

Segundo eles, a idosa mantém mais de 10 gatos e três cachorros e não faz a limpeza adequada do espaço. Mesmo sem condições de criar os animais, conforme os moradores, a idosa se recusa a entregar os gatos e cães para o CCZ.

Um morador, que prefere não se identificar, disse que quando alguém bate na porta da mulher para tentar resolver a situação, ela não atende.

Empresário do ramo de alimentos, de 50 anos, mora ao lado da idosa. Ele conta que o problema não está nos bichinhos, mas sim nas condições que afetam a todos.

“Eu comprei areia esses dias, tive que tirar o mais rápido possível. Coloquei uma telinha aqui no portão para evitar sujeira, clientes chegam para pegar alimentos, eles pegam por aqui. Joguei produto químico para amenizar. Em dias de sol, o cheiro de coco vai longe”, destaca.

Conforme o empresário, todos os dias, protetores e ONGs vão à residência, por volta das 17h. “Eles trazem comida, caixinhas, aí você precisa ver, aparece mais gato ainda. Tem uns três ou quatro que estão doentes”, comenta.

Outro morador, que também pediu para ter a identidade preservada, contou que presenciou gatos até morrendo.

“Ele pega os gatos quando eles saem e fica trazendo de volta para casa dela. Alguns moradores até abandonam aqui também. Tem caixas de papelão, gato morrendo e é muito extrema essa situação”, destaca.

À equipe de reportagem tentou contato com a moradora e até o fechamento desta matéria não tivemos retorno.

Repórter Top

Você também pode enviar flagrantes, acidentes, denúncias, fotos, informações que podem virar notícia no nosso site, mandando via WhatsApp pelo número (67) 99826-0686.