(67) 99826-0686

Mulher morre em UPA com suspeita de H1N1; paciente estava há quatro dias internada

Júlia pode ser a segunda vítima do vírus H1N1, em Campo Grande

18 JUN 2019
Nathalia Pelzl
12h40min
Foto: Reprodução Facebook

Júlia Nantes Oliveira, de 40 anos, morreu na noite de ontem (17) na UPA Santa Mônica, em Campo Grande, com suspeita de H1N1. Ela estava internada há quatro dias. Júlia pode ser a segunda vítima do vírus H1N1, em Campo Grande. 

Conforme informações da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), as causas da morte estão sendo investigada, mas que a paciente estava com suspeita da síndrome gripal, iniciando o tratamento com tamiflu, medicação indicada para combate a H1N1, na CRS do bairro Aero Rancho, na última quinta-feira (13).

Sendo transferida na manhã de ontem (17) para a CRS do Santa Mônica, onde foi solicitao por volta das 10h da manhã, coleta do material biológico para identificar se a paciente estava mesmo coma síndrome gripal.

No final da tarde a paciente teve parada cardiorrespiratória, sendo realizada a animação durante 30 minutos, porém sem sucesso, vindo a paciente a óbito, por volta das 19h.

Estado

Conforme dados do Boletim Epidemiológico da SES (Secretaria de Estado de Saúde) da última semana, 17 mortes já foram confirmadas pelo vírus.

Veja também