TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
segunda, 19 de abril de 2021
COVID CONFLITO
Reflexo do lockdown?

Ocupação dos leitos reduz e fica abaixo dos 100% após muito tempo em MS

Média geral de ocupação está com 98,47%, diferentemente das últimas semanas que chegou a bater 113%, por exemplo

08 abril 2021 - 10h31Por Vinicius Costa

Mato Grosso do Sul acordou nesta quinta-feira (8) com uma importante redução na taxa de ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para covid-19. Depois de muito tempo acima dos limite e encontrando dificuldades de abaixar o índice, hoje o Estado está com 98,47%.

De acordo com o portal Mais Saúde, que informa a gestão de leitos e as taxas, ainda na data de ontem (7), houve um período em que a ocupação chegou a ficar em 92,33%. Cenário bem diferente, por exemplo, dos 113% já alcançados na pandemia.

A diminuição no quadro pode ser reflexo da semana de lockdown em Mato Grosso do Sul e principalmente em Campo Grande, que ficou sem abrir as atividades consideradas não essenciais e antecipou alguns feriados.

A macrorregião de Campo Grande ficou estabelecida em 100% e não consegue reduzir o índice para taxas menores. A ocupação dos leitos de UTI, de forma geral, está em 90,36%.

Já na região de Dourados, a ocupação continua flertando com índices altos, mas permaneceu em 93,50% nos leitos destinados para tratamento da covid-19. Nos leitos em geral, a taxa está em 86,1%.

Na macrorregião de Três Lagoas, a taxa se aproxima dos 100%. Já em Corumbá, a região voltou a frequentar na casa dos três dígitos e têm tido dificuldade para conseguir estabilizar a superlotação dos leitos de UTI.