A+ A-

quarta, 22 de maio de 2024

Busca

quarta, 22 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Cidades

24/08/2017 17:00

A+ A-

Sem acordo com o governo, militares decidem paralisar atividades por 24 horas

Paralisação será realizada no dia 1° de setembro em todo o Estado

Após várias tentativas de negociações sem sucesso com o governo do Estado, policiais militares e bombeiros de Mato Grosso do Sul decidiram paralisar as atividades por 24 horas na próxima semana. Na última rodada de negociações, o Executivo propôs um aumento de 0,40% no salário de cabos e soldados em relação ao do coronel, e de 0,20 de subtenentes e sargento. 

De acordo com o presidente da ACS (Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar e Bombeiro Militar de Mato Grosso do Sul), Edmar Soares da Silva, após assembleia na tarde desta quinta-feira (24), a categoria decidiu paralisar as atividades por 24 horas no dia 1° de setembro. ''O governo precisa tratar a segurança pública com respeito. Não vamos tolerar tratamento diferenciado'', disse Edmar referindo-se ao rejuste de 7% concedido pelo governo aos policiais civis. 

Na próxima terça-feira (29), uma nova assembleia será realizada tanto em Campo Grande, quanto nas demais cidades do Estado para continuar discutindo as medidas que serão tomadas. "Ontem participei de uma reunião com o secretário de Administração Carlos Alberto de Assis e ele disse que não tinha mais nada negociar. Abrimos as portas de negociações para o governo, mas agora vamos cobrar todo compromisso que foi firmado no ano passado", ressaltou Edmar. A categoria quer, no mínimo, paridade com o reajuste dado à Polícia Civil

Segundo o presidente da ACS, nas próximas semanas os números de dias de paralisações vão aumentar caso não haja negociações. 

 

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
JARDIM VERANEIO MAIO E JUNHO DE 2024