Menu
Busca sexta, 05 de junho de 2020
Camara - corona
Cidades

Querendo sair da rotina no Dia dos Namorados? Sexóloga dá dicas de produtos e brinquedos!

Se preço for o problema, diversão pode custar apenas R$ 6; confira dicas

09 junho 2019 - 13h30Por Nathalia Pelzl

Dia dos Namorados chegando - a data é comemorada no dia 12 de junho no Brasil - e a expectativa é de movimento para o comércio. Nos últimos anos, o setor erótico tem mostrado um aumento significativo para a economia, em especial nessa época do ano.

Segundo comerciantes do ramo, a procura por produtos eróticos em sex shops ou boutiques triplica. Seja uma lingerie ousada, um cosmético para libido ou um acessório para sair da rotina, a sexóloga e empresária Karina Brum dá dicas para os casais que querem inovar nesta data.

A especialista alerta que, para ato ser especial, é preciso ter conversa e não ofender o parceiro na hora de comprar o produto.

“Muitos homens mais velhos acabam tendo insegurança. O lance é não ofender ninguém em nenhuma hipótese, é preciso conversa. Vem muito casal nessa época do ano, porém, no geral, são mais as mulheres que buscam, fazem pesquisa.  A minha orientação é sempre não comprar por conta”, destaca.

Ela destaca que a decisão de ousar e investir precisa ser de ambos, sendo preciso que o casal encare os brinquedos como auxiliares para a satisfação máxima de prazer.

(Foto: Wesley Ortiz)

“Um brinquedo não é um consolo, nunca será. Esse termo é da década de 20, nós já passamos dessa época. Tem que ser uma decisão conjunta, aí sim pode comprar, pois, às vezes, é preciso colocar na cabeça do marido que não é nada de concorrente ou substituto e sim um auxiliar para o prazer”, pontua.

Entre os destaques de venda está o massageador de clitóris chamado ‘bullet’, seja com ou sem fio. A sexóloga ressalta que o sucesso pode ser a descrição do produto.

“São modernos e cheios de tecnologia. O massageador vai ativar uma região que não está sensível por falta de percepção ou estímulo. Pra quem quer começar a descoberta, eu indico os ‘bullets’, que são balas vibratórias e pequenas, na faixa de R$ 50 a R$ 60. Tem brinquedos de alto custo também, porém é para casais que estão mais habituados”, destaca.

Questionada sobre o valor da brincadeira, ela revela que usar isso como desculpa pode ser ‘jurássico', já que o mercado oferece produtos a partir de R$ 6.  

"Você pode investir até em energético para te dar disposição, custa R$ 6. Não precisa comprar um acessório logo de cara, pode comprar jogos, excitantes femininos de R$ 44”.

A dica da especialista é: para uma boa qualidade de vida e um relacionamento fora da rotina, visitas a esses estabelecimentos precisam ser frequentes.

Ela revela que, a cada dia que passa, o mercado tem mais possibilidades, como adesivos sugestivos e o pompoar que, além de melhorar a saúde do assoalho pélvico, também vai aumentar o desejo e a lubrificação.

“Tem jogos eróticos. Nós temos um jogo maravilhoso, jogo da verdade erótica, eu falo que é de verdade e desafio, só que no campo sexual. É um jogo de cartas maravilhoso que faz perguntas que você não teria coragem de responder e a pessoa acaba respondendo, pois ela se colocou à disposição para brincar. Tem cartão que custa R$ 4 também, pode mandar semanal, mensal, você escolhe. Adesivos sugestivos, pompoarismo para saúde, enfim, várias possibilidades”, finaliza.

Leia Também

Mais de 837 mil trabalhadores com contrato suspenso ou redução de salário tiveram benefício negado
Economia
Mais de 837 mil trabalhadores com contrato suspenso ou redução de salário tiveram benefício negado
Homem com Van recheada de cigarros morre em troca de tiros com a polícia
Interior
Homem com Van recheada de cigarros morre em troca de tiros com a polícia
Meio a meio: sexta-feira terá sol e chuva em Campo Grande
Cidade Morena
Meio a meio: sexta-feira terá sol e chuva em Campo Grande
Professora está entre 50 vítimas diárias de violência doméstica em MS
Polícia
Professora está entre 50 vítimas diárias de violência doméstica em MS