TCE 27/10 a 29/10
Menu
quinta, 28 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
CORONAVÍRUS

Nos picos da pandemia, MS foi o 4° estado que mais vendeu 'kit covid'

A procura de determinados medicamentos nas farmácias levou o Estado a ficar na 4ª posição, atrás de Goiás, Rio Grande do Sul e Distrito Federal

04 outubro 2021 - 15h00Por Vinicius Costa

Mato Grosso do Sul integrou a lista de estados que mais venderam o chamado 'kit covid' durante os principais momentos da pandemia da covid-19, entre março do ano passado e março deste ano.

O kit covid é composto por medicamentos como o sulfato de hidroxicloroquina, azitromicina, ivermectina e nitazoxanida.

Em números gerais levantados pela Agência Pública, a procura de determinados medicamentos nas farmácias do estado sul-mato-grossense ficaram atrás apenas de Goiás, Rio Grande do Sul e Distrito Federal.

De acordo com o ranking, Goiás vendeu 5.189 caixas para cada 100 mil habitantes, liderando as estatísticas. Assim, em quarto lugar, Mato Grosso do Sul vendeu 4.637 por cada 100 mil habitantes.

Por outro lado, São Paulo foi o estado que mais ocupou o topo se contar os números absolutos, vendendo 1,5 milhão de caixas dos quatro medicamentos.

A hidroxicloroquina, inclusive, foi propagandeada pelo presidente Jair Bolsonaro, que ao ser infectado com o vírus, afirmou haver se tratado com o medicamento.

Isso fez com que a procura aumentasse e o composto ocupasse a posição de mais vendido. Foram mais de 32 milhões de comprimidos de hidroxicloroquina comprados pelos brasileiros.

O levantamento da Agência Pública ainda constata que as farmácias brasileiras venderam mais de 52 milhões de comprimidos dos quatro medicamentos.

Entre os meses de março de 2020 e março de 2021, foram vendidas mais de 6,6 milhões de frascos e caixas dos remédios contraindicados pela OMS (Organização Mundial da Saúde) no tratamento da covid-19.