TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
segunda, 19 de abril de 2021
COVID CONFLITO
CORONAVÍRUS

Pandemia permanece em níveis críticos e Fiocruz cobra lockdown em MS

Apesar da lotação em hospitais, MS é o primeiro estado brasileiro com melhor desempenho na vacinação; 13,47% da população adulta recebeu a 1ª dose do imunizante

08 abril 2021 - 11h00Por Nathalia Pelzl

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) emitiu boletim de alerta que a pandemia pode permanecer em níveis críticos ao longo do mês de abril, prolongando a crise sanitária e colapso nos serviços e sistemas de saúde nos estados e capitais brasileiras.

Dezenove estados e o Distrito Federal, conforme o boletim, encontram-se com taxas de ocupação superiores a 90%, entre eles, Mato Grosso do Sul.

Inclusive, pacientes com covid estão morrendo mais rápido, diz levantamento em MS.

Pesquisadores da Fundação acreditam que apenas um lockdown nacional, com duração mínima de duas semanas, é capaz de conter o avanço da Covid-19 no Brasil.

Os especialistas reiteraram que só medidas rígidas podem evitar que o mês de abril seja “ainda pior” que março, o mês mais fatal da pandemia até o momento. 

Em entrevista à CNN, a pesquisadora e pneumologista Margareth Dalcolmo, da Fiocruz, alertou que o que somente um lockdown pode reverter a tendência de recorde de mortes.

“Só com uma restrição total na circulação das pessoas é que vamos conseguir interromper totalmente as infecções”, avaliou. 

Professor de Infectologia da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e pesquisador da Fiocruz, Julio Croda acredita que um cenário mais grave se aproxima nas próximas semanas. 

Ele disse, entretanto, que a gravidade da situação vai depender se “vamos manter as medidas restritivas ou não”.

CONTRAPARTIDA

Mato Grosso do Sul recebe, nesta quinta-feira (8), mais um lote com 53,6 mil doses da vacina contra Covid-19.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, este quantitativo vai garantir que os municípios concluam a vacinação de grupos prioritários remanescentes contra a Covid-19 no Estado.

O 12º lote é composto por 24.600 doses da vacina Coronavac e 29.000 doses da vacina AstraZeneca. Com isso, Mato Grosso do Sul soma 630.110 doses recebidas do imunizante.

Segundo a SES (Secretaria de Estado de Saúde), Mato Grosso do Sul vacinou até o momento 478.880 pessoas, sendo 372.458 com a primeira dose e 106.422 com a segunda dose. 

De acordo levantamento nacional, Mato Grosso do Sul é o primeiro estado brasileiro com melhor desempenho na vacinação. Aqui, 13,47% da população adulta recebeu a 1ª dose do imunizante.