Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

Cordão Valu volta à Esplanada para o adeus ao Carnaval 2019 nesta terça

A despedida de Momo terá Sampri, Juci Ibanez, e matiné com a Charanga do Cordão

4 MAR 2019
Redação
11h43min
Foto: Eva Lima

Embalado pelo sucesso da festa de sábado, 2, quando levou 40 mil pessoas à Esplanada Ferroviária, de acordo com a Guarda Municipal Metropolitana, o Cordão Valu, o mais tradicional grupo carnavalesco de rua, de Campo Grande, volta à folia, nessa terça-feira, 5, no mesmo local, para encerrar o Carnaval 2019.

Como já é tradição, nesse segundo dia de Folia do Cordão, não há desfile. Mas sim, show musical para os foliões se despedirem de Momo, da mesma forma como ocorreu no sábado: em paz, sem nenhuma ocorrência, prevalecendo só a alegria.

“As festas do Cordão são assim há 13 anos, impera somente a alegria. Nossos foliões são gente de paz, que só quer brincar o Carnaval. É desse jeito que deverá ser a nossa festa de encerramento da Folia de Momo, na terça”, comenta Silvana Valu, líder do Cordão.

Sobre o evento de sábado, quando aconteceu o 13º desfile consecutivo do grupo, Silvana disse que foi emocionante. “Crianças, jovens, adultos e idosos brincaram em um clima de tranquilidade. Tivemos também a presença de crianças cadeirantes, pois o Carnaval é para todos, e o Cordão faz questão de promover essa inclusão social”, acrescentou Valu.

Para Silvana, o Cordão ter levado 40 mil foliões à festa de sábado, mostra a força e a importância do grupo, no Carnaval de rua, e independente, na Capital, apesar dos obstáculos burocráticos que ainda enfrenta para organizar a folia de rua. “Este ano, avançamos um pouco na organização, mas a burocracia ainda persiste do lado do Poder Público. Precisam entender que o Carnaval é uma festa popular, que também gera emprego, renda e impostos para o município. O movimento de público na nossa festa no sábado, é uma prova cabal, de que o campo-grandense adora Carnaval”, observou a líder do Cordão Valu.

Silvana espera que, para o evento dessa terça-feira, cumpra-se o acordo firmado com as autoridades, no sentido de a polícia, assim que terminar o show, às 22 horas, dar o tempo de 1 hora, para a dispersão do público, para que não haja atropelos.

E que a Solurb, proceda a limpeza da Esplanada a partir das 23 horas, ou seja,1 hora depois da dispersão do público, como foi acordado, fato que não aconteceu ao final da festa de sábado.

Despedida de Momo

A festa do Cordão Valu para se despedir do Carnaval 2019, na Esplanada Ferroviária, nessa terça-feira, começa às 14 horas, com uma matiné para a criançada, ao som da Charanga do Cordão e as marchinhas de Carnaval. No início da noite, começa os shows musicais.

A cantora Juci Ibanez, e o Grupo Sampri, estão encarregados de fazer o público dançar e cantar, com os sambas tradicionais, na voz de Juci; e a mistura de sambas dos grandes compositores, com os do cancioneiro baiano, e o balanço do ritmo africado do ijexá, na apresentação das meninas do Sampri, que irão encerrar a festa.

A banda aliás, tem a incumbência que prestar homenagem, em nome do Cordão Valu, aos 70 anos de fundação do afoxé Filhos de Gandhy, um dos maiores afoxés do Carnaval de Salvador. 

Infraestrutura 

Toda a infraestrutura adotada na festa de sábado, será repetida no evento dessa terça-feira, no tocante à segurança, atendimento médico, socorristas, além dos cem banheiros químicos, para atender o público.

A direção do Cordão reitera o pedido aos foliões para que não façam xixi no chão e nos muros; que preservem o patrimônio histórico, que é a Esplanada Ferroviária. E que ninguém venda bebidas alcoólicas para menores de 18 anos. O encerramento da festa será pontualmente às 22 horas.

Veja também