Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
camara municipal
Economia

Azambuja acredita que redução da alíquota do querosene vai gerar competitividade no setor aéreo

Decreto assinado prevê redução de 17% até 1,41%, taxa mínima do ICMS, sobre o combustível

18 junho 2019 - 16h18Por Nathalia Pelzl

Mais competitividade no setor aéreo de Mato Grosso do Sul, assim é definido o Programa 'Decola MS, lançado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB). O decreto foi assinado na tarde desta terça-feira (18).

Durante a assinatura, que contou com a participação de secretários e deputados, Azambuja pontuou que tudo que envolve questão tributária é complexo para o Estado. Sendo que, para a assinatura deste decreto foi preciso 120 dias.

O governador ressaltou que Mato Grosso do Sul, poderá ser um dos únicos Estados com a alíquota mínima do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviço) sobre o querosene da aviação, antes de 17%, podendo agora chegar em 1,41%.

"Ele dá o incentivo fiscal e diminuiu os custos das empresas aéreas que trouxeram voos para Mato Grosso do Sul, só tem sete Estados que podem ter o percentual que chega até 1,41% no querosene da aviação. Então, é extremamente atrativo”, reforça.

Além disto, Reinaldo destacou o aumento do turismo previsto após a validação do decreto no Confaz e também as parcerias e reformas dos aeroportos do Estado. A ideia também é diminuir o preço da passagem, que é uma das mais caras do país, atualmente.

“Já temos previsão de novos voos para Dourados, Ponta Porã, Campo Grande e ampliação em Três Lagoas”, pontuou.

Empresas como Azul, Gol e Latam já aderiram o  ‘Decola MS’ , além das empresas internacionais que estão conversando com a Infraero, Aeroporto e Governo do Estado, segundo Azambuja.

Segundo o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, já tem dois voos adicionais da Gol em Campo Grande, que passa operar em Bonito.

“Cada empresa, visando à redução, pode colocar mais voos, nós temos demanda forte de Corumbá/Campo Grande, existe necessidade desse voo retornar.  Aquele que ampliar no mínimo dois voos, um em Campo Grande e outro no interior, ele passa  ter direito, porém não chega a alíquota mínima”.

Veruck destacou que atualmente, com o valor de 17% da alíquota, as empresas estão abastecendo o mínimo, sendo que a partir do momento que eles apresentem novos voos, isso mude de figura.

“É natural que quando você reduz custo, sendo esse o principal custo da aeronave, e ele precisa ter passageiro e tanque cheio, então pra isso, a ideia é que a gente consiga reduzir preço”, finaliza.

Leia Também

Servidor é preso por usar caminhonete da Funai para buscar maconha na fronteira
Polícia
Servidor é preso por usar caminhonete da Funai para buscar maconha na fronteira
Lewandowski nega recurso do Estadão para saber se exame de covid é mesmo de Bolsonaro
Geral
Lewandowski nega recurso do Estadão para saber se exame de covid é mesmo de Bolsonaro
Bolsonaro proíbe Mandetta de trabalhar por seis meses: 'Estou abismado'
Geral
Bolsonaro proíbe Mandetta de trabalhar por seis meses: 'Estou abismado'
Investigação diz que Witzel está no topo de estrutura que fraudou contratos no Rio
Geral
Investigação diz que Witzel está no topo de estrutura que fraudou contratos no Rio