(67) 99826-0686
Gov - Agosto Lilas 09 a 24/08

Azambuja se encontra com Bolsonaro na quarta-feira

Governadores vão ao presidente pedir mudanças na repartição dos impostos arrecadados no país

6 MAI 2019
Celso Bejarano, de Brasília
18h21min

Reinaldo Azambuja (PSDB), governador de Mato Grosso do Sul e os outros 26 governadores do Brasil se reúnem na quarta-feira (8), logo pela manhã, 06h30 (horário de MS), com o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), em Brasília. Um dos principais assuntos já agendados trata da renovação do pacto federativo, sistema tributário que define a repartição dos impostos arrecadados pelo país entre a União, estados e os municípios.

Chefes de Estado creem que a mudança salvaria a economia de regiões, principalmente as mais distantes dos grandes centros, como MS.

Os governadores querem a remodelação do pacto, inverter, no caso, o percentual da partilha.

Hoje, pelo sistema, de R$ 100 reais arrecadados com impostos, R$ 66 cai na conta do governo federal, em torno de R$ 20 são repartidos com os 27 estados e perto de R$ 14 vão para os 5,5 mil municípios.

Na Marcha dos Prefeitos, evento promovido no mês passado, em Brasília, os prefeitos disseram que os municípios brigam para ficar com a parte maior do bolo arrecadado.

A reunião acontece na casa oficial do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (PSL-AP). Rodrigo Maia, presidente da Câmara dos Deputados também deve participar da conversa.

“O Senado assumiu o compromisso de renovar o pacto federativo. Há muito tempo, os governadores reivindicam mudanças no relacionamento com a União. Não podemos deixar passar este momento, em que o governo do presidente Bolsonaro e sua equipe econômica reconhecem o protagonismo do Senado para propor as medidas que vão permitir aos estados equilibrarem as contas, gerarem emprego e melhorarem o dia a dia do cidadão”, disse Alcolumbre à Agência Senado.

 

Veja também