Menu
terça, 24 de novembro de 2020
Economia

Economia em movimento: Vetorial Siderurgia vai retomar produção de ferro-gusa em Ribas

A usina foi a primeira unidade produtiva da Vetorial em Mato Grosso do Sul e está desativada há 6 anos

12 novembro 2020 - 13h15Por Diana Christie

A Vetorial Siderurgia planeja retomar as atividades da unidade de Ribas do Rio Pardo, paralisada desde setembro de 2014. A empresa sul mato-grossense atua nos setores de mineração, siderurgia e reflorestamento.

Segundo a Vetorial, “depois de 6 anos de crise nacional e internacional no setor de ferro-gusa, o momento, associado a correções de rota que a companhia vem adotando, permite à empresa replanejar o retorno”.

A usina foi a primeira unidade produtiva da Vetorial em Mato Grosso do Sul. O plano é reativar um dos 2 altos fornos, com capacidade anual de produzir 180 mil toneladas de ferro-gusa. O investimento é de cerca de R$ 20 milhões na planta.

“Ainda faltam alguns temas a serem equacionados. Em particular temos 2 desafios: a ferrovia para o transporte de minério de Corumbá a Ribas do Rio Pardo, o que vem sendo discutido com o governo e a concessionária que explora o trecho, e arranjos com a comunidade local do município, encaminhamento que será feito pela equipe interna da Vetorial e o advogado João Alfredo Danieze”, explicou Luiz Nagata, presidente da Vetorial.

Apesar de ainda depender dos ajustes, as obras devem começar entre março e abril de 2021, para início da operação no último trimestre de 2021. Serão cerca de 150 empregos diretos e projeção de 750 indiretos, em particular na cadeia produtiva de silvicultura e carbonização.

Leia Também

Chamados de macacos: após ataques, secretário ressalta capacitação da Guarda Civil
Polícia
Chamados de macacos: após ataques, secretário ressalta capacitação da Guarda Civil
Deputado faz alerta sobre 2ª onda da Covid-19 em MS
Política
Deputado faz alerta sobre 2ª onda da Covid-19 em MS
Trabalhador é esmagado por caminhão e morre na hora
Cidade Morena
Trabalhador é esmagado por caminhão e morre na hora
Vereadores eleitos são condenados por fraude na folha de ponto e podem pagar R$ 1,4 milhão
Cidade Morena
Vereadores eleitos são condenados por fraude na folha de ponto e podem pagar R$ 1,4 milhão