PREFEITURA DE MARACAJU MAIO 2024

quarta, 29 de maio de 2024

Busca

quarta, 29 de maio de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

WhatsApp Top Mídia News
Economia

há 2 semanas

FCO financia de projetos de irrigação a energia renovável em MS

Fundo de Investimento do Centro-Oeste já aprovou R$ 1,015 bilhão até o momento em investimentos que beneficiam 41 municípios sul-mato-grossenses

O CEIF-FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo Fundo de Investimento do Centro-Oeste) possui mais de R$ 1 bilhão garantido para financiamentos de investimentos no Estado. De janeiro a maio de 2024, o Fundo já aprovou R$ 1,015 bilhão em crédito dos R$ 2,41 bilhões disponíveis a Mato Grosso do Sul em 2024.

Dos mais de R$ 1 bilhão investido até o momento, R$ 713,93 milhões foram no FCO Rural e R$ 301,95 milhões no Empresarial. Somente na 5ª reunião ordinária do CEIF, realizada em 9 de maio na Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia), foram aprovados mais R$ 194,46 milhões em novos empreendimentos para Mato Grosso do Sul, sendo R$ 139,60 milhões em financiamentos no FCO Rural e R$ 54,86 milhões no FCO Empresarial.

Juntos, os projetos aprovados na última reunião do Conselho beneficiam 41 municípios sul-mato-grossenses. Dos R$ 54,86 milhões em recursos do FCO Empresarial aprovados na última reunião do CEIF, R$ 32,80 milhões são novos empreendimentos no segmento de Comércio e Serviços; outros R$ 11,58 milhões são de empreendimentos de Indústria; R$ 1,47 milhão, investimentos em Ciência e Tecnologia e R$ 8,99 milhões para investimentos em Turismo Regional.

No FCO Rural, destacam-se os projetos de Irrigação nos municípios de Bataguassu, Ribas do Rio Pardo, Dourados e Sonora, que somam R$ 46,80 milhões. Na avicultura, as cidades de Japorã e Naviraí vão receber empreendimentos no valor total de R$ 10,77 milhões.

Além disso, nos municípios de Ribas do Rio Pardo, Laguna Carapã, Chapadão do Sul, Rochedo, Sidrolândia, Pedro Gomes, Naviraí e Aral Moreira, um total de R$ 17,64 milhões do FCO será utilizado em projetos de correção do solo.

"Também aprovamos projetos para geração de energia renovável, três de biodigestores, em Jateí, Água Clara e Glória de Dourados e 2 de sistemas fotovoltaicos, em Jateí e Dourados, que juntos somam R$ 6 milhões. Isso mostra um pouco da diversidade de áreas contempladas com os recursos do FCO", acrescenta o secretário executivo de Desenvolvimento Sustentável da Semadesc, Rogério Beretta.

A 5ª reunião ordinária do CEIF-FCO foi presidida pelo conselheiro do CEIF, secretário-executivo de Desenvolvimento Sustentável da Semadesc, Rogério Beretta, com a participação do secretário-adjunto, Walter Carneiro Júnior, além de representantes da Semadesc, Sead, Seilog, Famasul, Fiems, Fecomércio e Sebrae, Agentes Financeiros – Banco do Brasil, BRDE e Credicoamo.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
AMIGOS DA CIDADE MORENA ABRIL NOVEMBRO