TJMS JANEIRO
Menu
quinta, 20 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Economia

Inflação bate 10% em 2021 e gás de cozinha é o vilão do campo-grandense

No entanto, alta nos preços em dezembro na Capital foi menor que novembro do ano passado

11 janeiro 2022 - 18h34Por Thiago de Souza

O IPCA, índice que mede a inflação, foi de 0,47% em dezembro de 2021, em Campo Grande, segundo o IBGE. No ano passado, a inflação chegou a 10,92% no Brasil, tendo o botijão de gás como maior vilão da alta nos preços. 

O instituto mediu nove grupos de serviços e produtos na Cidade Morena, em dezembro. Desses, oito apresentaram alta de preços no mês passado. 

O destaque negativo veio no grupo Habitação, onde o gás de cozinha teve alta de 44,16% no acumulado de 2021. Em dezembro, o ‘item’ subiu 1,48%. O subitem ‘’energia elétrica residencial’’ também pesou no bolso do consumidor, com aumento de 1,01%. 

Outro setor que impactou na inflação do mês de dezembro foi o de Vestuário, com 1,82% de alta em relação a novembro. Na sequência, veio o setor Artigos de Residência, com aumento de 1,08%. 

Baixa

Apesar da inflação chegar ao maior índice em âmbito nacional, desde 2015, de 10,67%, houve retração de 1%, se comparado com o mês de novembro, de 1,47%, em Campo Grande.