Menu
segunda, 28 de setembro de 2020
Economia

PREPARE O BOLSO: conta de energia deve subir a partir de maio em MS

Novo reajuste acontece neste dia 8 de abril e a população deve pagar 12,39% a mais

02 abril 2019 - 12h00Por Anna Gomes e Dany Nascimento

O consumidor deve sentir no bolso a conta de energia 'mais salgada' no próximo mês. O novo reajuste acontece neste dia 8 de abril e a população deve pagar 12,39% a mais em Mato Grosso do Sul.

Segundo a gerente corporativa de regulação da Energisa, Dayanni Rossi, os dados são calculados desde 2018. Ele é feito em cima de duas parcelas, classificadas como A e B.

“A parcela A é a compra de energia, serviço de transmissão e encargos setoriais. Já a B envolve serviço de distribuição. Com base nisso, a Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL- promove um reajuste na parcela vigente”, disse Dayanni.

Ainda conforme a gerente, ano passado, também houve a redução nos reservatórios e, com isso, a empresa acionou a termoelétrica, que fornece o serviço mais caro.

“Desses 12,39%, apenas 3,7% fica pra Energisa e vai para a empresa, o restante de 9,32% vai para a ANEEL. Esse valor é reajustado anualmente todo dia 8 de abril em Mato Grosso do sul”, ressaltou.

Tarifa social

O Diretor Comercial da Energisa, Paulo Roberto, faz um alerta sobre a tarifa social, e adianta que muitas famílias não atualizam o cadastro.

“Cerca de 170 mil famílias em Mato Grosso do Sul não atualizaram o cadastro. As pessoas esquecem que a cada dois anos tem que atualizar. Como muitas famílias mudam o patamar econômico, acabam perdendo o benefício”, afirmou.

Leia Também

Mesmo com 60 mil recuperados, taxa de letalidade por Covid em MS preocupa
CORONAVÍRUS
Mesmo com 60 mil recuperados, taxa de letalidade por Covid em MS preocupa
Governo investe R$ 5,4 milhões em munições para a Polícia Civil e Militar
Polícia
Governo investe R$ 5,4 milhões em munições para a Polícia Civil e Militar
Deputados discutem ações contra queimadas e leis para punir responsáveis
Política
Deputados discutem ações contra queimadas e leis para punir responsáveis
Médico acusado de assédio chamou paciente de gorda e importunava colegas, diz polícia
Polícia
Médico acusado de assédio chamou paciente de gorda e importunava colegas, diz polícia