Menu
Busca terça, 21 de janeiro de 2020
Economia

Procon de Campo Grande notifica bancos para evitar cobrança de cheque especial

Banco Central autorizou cobrança, mas Procon diz que é ilegal

09 janeiro 2020 - 11h56Por Diana Christie

O Procon Campo Grande está notificando as instituições bancárias, através de uma cautelar administrativa, para que não cobrem tarifas sobre o cheque especial em caso de o correntista não usar o dinheiro.

A instituição alega que a resolução do Banco Central, que autorizadas a cobrar uma tarifa mensal de 0,25% de todos os clientes que tenham o limite disponível do cheque especial superior a R$ 500, independentemente se estiverem usando ou não, é ilegal.

Segundo o subsecretário Valdir Custódio, a resolução precisa ser derrubada. “Essa medida é ilegal, inconstitucional e claramente desproporcional para com o consumidor que irá pagar por um serviço sem a sua efetiva utilização, isso é abusivo”.

Quem sofrer essa cobrança deve entrar em contato com o Procon Campo Grande através do nosso WhatsApp (67) 984691001, em nossas redes sociais ou na sede do Procon à Avenida Afonso Pena, 3128, Centro.