Menu
sábado, 24 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Geral

Ainda sem se vacinar, Bolsonaro só receberá dose quando quiser, diz Queiroga

Bolsonaro foi mais uma vez crítico ao dizer que não se vacinaria para dar seu lugar para alguém que precisasse

14 junho 2021 - 20h11Por Vinicius Costa

O presidente Jair Bolsonaro ainda não recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19 por desejo próprio. Para o atual ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a aplicação do imunizante no governante do país aconteceria "quando ele assim quiser", afirmou em cerimônia simbólica em Brasília, nesta segunda-feira (14).

Queiroga fez a aplicação de uma das doses no ministro de Relações Exteriores, Carlos França, e no presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto.

"O presidente sempre brigou pela liberdade das pessoas. O nosso governo é um governo liberal que defende o direito à liberdade, o direito às escolhas e na hora que o presidente se sentir confortável, ele vai tomar a decisão dele", salientou Queiroga.

Mesmo que tenha contraído a covid-19, Bolsonaro foi mais uma vez crítico ao dizer que não se vacinaria para dar seu lugar para alguém que precisasse e estivesse "desesperado" pelo imunizante.

Na Copa América, no qual Bolsonaro brigou para ter sede no país brasileiro, o ministro da Saúde afirmou que dez trabalhadores dos hotéis onde atletas e comissão técnica que disputam a competição estão infectados pelo coronavírus.

De acordo com o UOL, os trabalhadores e os que tiveram contados com os infectados foram isolados.