Menu
quinta, 03 de dezembro de 2020
Geral

Ao comentar morte no Carrefour, Mourão garante: 'não existe racismo no Brasil'

Ele disse que já morou nos Estados Unidos, sugerindo que o problema acontece somente lá

20 novembro 2020 - 16h34Por Thiago de Souza

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, comentou a ocorrência de morte de um cliente do Carrefour, espancado por seguranças, em Porto Alegre (RS). Ele lamentou o episódio, mas diz que ‘’não existe racismo no Brasil’’. 

"Digo com toda a tranquilidade para você: não existe racismo no Brasil", garantiu Mourão.

O general destacou que já morou nos Estados Unidos, sugerindo que lá existe o problema. 

"Aqui [Brasil] existe desigualdade. Fruto de uma série de problemas", completou o vice mandatário do País. 

Segundo o O Dia, mais cedo, também do governo federal, a ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, se solidarizou e colocou a pasta à disposição da família de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos. Nas redes sociais, Damares disse que as imagens do ocorrido causam "indignação e revolta".

O crime 

João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, foi agredido até a morte na noite de ontem no interior de uma loja da rede. Um dos agressores era segurança do local e o outro, um policial militar temporário. Ambos brancos.

Leia Também

Vendedor do Pantanal Cap é preso com munições durante investigação da Omertà
Polícia
Vendedor do Pantanal Cap é preso com munições durante investigação da Omertà
Homem dá voadora em mulher após discussão no trânsito
Geral
Homem dá voadora em mulher após discussão no trânsito
PRF apreende droga avaliada em R$ 18 milhões em Aparecida do Taboado
Polícia
PRF apreende droga avaliada em R$ 18 milhões em Aparecida do Taboado
Assalto em Criciúma: Polícia prende 7° suspeito com explosivo no RS
Polícia
Assalto em Criciúma: Polícia prende 7° suspeito com explosivo no RS