A+ A-

quinta, 18 de abril de 2024

quinta, 18 de abril de 2024

Entre em nosso grupo

2

Geral

há 5 anos

A+ A-

Após vistoria no Aquário, Reinaldo reafirma que obra foi ‘jogar dinheiro público no ralo’

Governador afirmou não priorizar investir em problemas criados pela gestão anterior

As obras do Aquário do Pantanal, em Campo Grande, ainda não tem previsão de serem concluídas. O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi questionado sobre o prosseguimento dos trabalhos no local e respondeu que não há data ou vontade da gestão em investir tempo e verba no projeto.

“Primeiro que não deveria ter sido feito, né, é jogar dinheiro público pelo ralo, da forma como foi feito, cheio de problemas. Querem imputar ao nosso governo um problema que não é nosso”, afirmou.

Na terça-feira (14), as obras no Parque das Nações foram vistoriadas pelo juiz David de Oliveira e o promotor Fernando Zalpa, acompanhados de biólogo e fiscal de obra, além do advogado Valeriano Fontoura, que atua na defesa do ex-secretário estadual de Obras, Edson Giroto.

(Foto: Amanda Amaral)

A suspeita agora é de direcionamento e superfaturamento no contrato da empresa Fluídra, que deveria custar R$ 8 milhões e chegou a R$ 29 milhões. O que se viu no local foi abandono, com material de construção se degradando com o passar do tempo, e o que já foi construído, também se deteriora sem manutenção adequada.

Orçada inicialmente em R$ 84 milhões, a obra passou por mais de 30 termos aditivos posteriores. Iniciada pela gestão do ex-governador André Puccinelli, a obra foi avaliada, inicialmente, em R$ 84 milhões, mas até o momento, conforme o Governo do Estado, consumiu R$ 230 milhões.

 “Nós não vamos colocar dinheiro público enquanto não tiver o aval da Justiça, porque é uma obra que está sendo investigada pela Polícia Federal, tem desvio de recurso público. É uma responsabilidade de pessoas do governo anterior”, finaliza Azambuja.

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias