TCE MAIO
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022 2
Menu
sexta, 20 de maio de 2022 Campo Grande/MS
FAMASUL MAIO BANNER
Geral

Bolsonaro recebe Paulo Guedes em hospital e reafirma promessa de reduzir ministérios e estatais

Candidato à presidência da República também celebra sua evolução clínica

23 setembro 2018 - 17h34Por Thiago de Souza

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) recebeu a visita de seu consultor econômico, Paulo Guedes, neste domingo (23), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde está internado. O candidato celebra sua evolução clínica e junto do economista falou sobre as promessas de reduzir ministérios e privatizar ou acabar com grande parte das empresas estatais do país.

''Jair Bolsonaro recebe visita de Paulo Guedes! Sempre juntos na busca da Ordem e Progresso!”, escreveu o candidato na rede social. A visita de Guedes ocorreu dias depois de vir a público a controversa proposta do economista, tido como provável ministro da Fazenda de um eventual governo Bolsonaro, de recriar a extinta Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Em relação a suas propostas de redução dos ministérios e privatizações, Bolsonaro disse que “são gastos desnecessários que devem atender a população. Recusar acordões que negociam cargos em troca de apoio já faz parte deste objetivo.”

Boletim médico

Neste domingo, Bolsonaro teve retirado o dreno que foi colocado há três dias em seu abdome. Segundo boletim médico divulgado pelo Hospital Israelita Albert Einstein neste domingo, devido à boa aceitação da dieta pastosa e recuperação dos movimentos intestinais, Bolsonaro passou a receber uma dieta leve.

''O paciente apresenta boa evolução clínica, permanece sem dor, sem febre ou outros sinais de infecção. Não tem disfunções orgânicas e os exames laboratoriais estão estáveis. O dreno colocado no seu abdome há três dias foi retirado hoje pela equipe da radiologia intervencionista'', diz o boletim.

O hospital informou ainda que estão sendo mantidas as medidas de prevenção contra trombose venosa. O candidato realiza exercícios respiratórios de fortalecimento muscular e períodos de caminhada fora do quarto.

Na última quinta-feira, Bolsonaro passou por um procedimento para drenagem de líquido que estava ao lado do intestino. Após constatarem febre de 37,7 ºC, os médicos fizeram uma tomografia de tórax e abdômen e os exames mostraram uma “pequena coleção de líquido ao lado do intestino”.

Bolsonaro recebeu uma facada durante ato de campanha no dia 6 de setembro, em Juiz de Fora (MG). Após ter sido atendido na Santa Casa da cidade, onde chegou a passar por uma cirurgia, ele foi transferido, a pedido da família, para o Hospital Albert Einstein, na capital paulista, na manhã do dia 7.