(67) 99826-0686

Brad Pitt teria avançado no filho mais velho, Maddox, em jatinho, diz site

Segundo o TMZ, filho teria entrado no meio de uma discussão entre o ator e Angelina Jolie durante voo

23 SET 2016
Ego
12h18min
Foto: Getty Images

Segundo o site americano TMZ, Brad Pitt teria se exaltado e avançado no filho de 15 anos, Maddox - adotado em 2002 -, em um jatinho particular durante uma viagem de volta da França na quarta-feira, 14. Agora, o FBI estuda a possibilidade de investigar o ator.

A informação de que ele teria agredido os seus filhos durante um voo privado, e que ele estaria sendo investigado por abusos verbais e físicos durante a viagem já havia saído na imprensa internacional. Mas agora o TMZ dá mais detalhes sobre a história. Angelina Jolie entroucom pedido de divórcio nesta segunda-feira, 19, declarando "diferenças irreconciliáveis".

Segundo o noticiário, pouco após o avião decolar, Brad e Angelina começaram a discutir e Maddox se levantou para defender verbalmente sua mãe. Brad, então, teria pulado pra cima do menino de forma agressiva, e em seguida, Angelina entrou no meio da confusão para tentar impedir o ex-marido. Fontes ligadas a Brad disseram ao "TMZ" que ele estava bêbado no momento do incidente.

Uma fonte do "Page Six", a coluna de famosos do jornal "The New York Post", confirma que ele gritou com as crianças, mas nega que houve a agressão. "Ele nunca foi abusivo com as crianças. Ele gritou com uma delas no avião durante o voo, mas nunca bateu nela. Brad está negando que teve uma atitude inapropriada", disse a fonte.

Já segundo uma fonte da "People", Brad teria admitido ter tocado no filho durante a briga, mas foi enfático ao dizer que não o agrediu. "Estão usando mentiras para manipular e conseguir a guarda das crianças", disse a fonte.

Comunicado do FBI

Agora, Pitt está sob investigação pelo serviço social de Los Angeles e sendo avaliado pelo FBI. O FBI se manifestou através de um comunicado: "Em resposta à sua pergunta sobre alegações dentro da jurisdição de aviões especiais dos Estados Unidos; especificamente, um avião que transportava o Sr. Brad Pitt e seus filhos, o FBI continua a reunir fatos e a avaliar se uma investigação a nível federal será prosseguida".

Leia também: Zahara e Knox, filhos de Angelina Jolie e Brad Pitt, se divertem em mercado

Funcionários defendem Pitt

Apesar das alegações, dois funcionários conversaram com o tabloide "The Sun" e defenderam Pitt. As duas fontes, que trabalharam para o ex-casal durante anos, que preferiram não se identificar, disseram que o episódio deixou Brad Pitt perturbado. "Eu nunca vi Brad assim. Ele está perturbado, nervoso, totalmente apavorado. Ele apenas está expressando que está assustado, com medo de perder os filhos por uma coisa que não fez e que foi inventada para parecer que ele é um pai ruim. Ele está longe de ser um mau pai", disse uma das fontes do tabloide.

E acrescentou: "Ele está sem permissão para ver as crianças no momento, mas ele está constantemente em contato com os funcionários para ter certeza de que estão bem. Brad está se sentindo péssimo. Ele sente que o que está sendo dito não é preciso e justo. Eu também não acredito que seja".

"Infelizmente eu sei que Brad se sente péssimo pelas crianças porque isso faz com que eles tenham que passar por muita coisa. É isso que percebo nele", disse o outro funcionário. Sobre as acusações de abuso contra as crianças, ele comentou: "Eu não acho que ele mereça isso. Eu vejo palavras como 'abuso de criança' e acredite em mim, está longe disso".

Ainda segundo o "Daily Mail", durante o atrito entre Brad Pitt e o filho mais velho, Maddox, que ocorreu por razões desconhecidas, em nenhum momento o ator teria tocado no adolescente. A fonte afirmou ainda que as alegações de abuso físico e verbal são "fabricadas e exageradas".

Na manhã de quinta-feira, 22, um carro de polícia foi visto na porta da casa dos Jolie-Pitt em Hollywood Hills, onde acredita-se que Brad está hospedado enquanto Jolie e os filhos se encontram em uma casa alugada em Malibu.

 

Veja também