TCE Novembro
TJMS DEZEMBRO
Menu
sexta, 03 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
CAMARA - vacinaçao
Geral

Cavalo morre eletrocutado ao passar por rua em obras

Carroceiro também levou choque, mas não precisou ser hospitalizado

14 novembro 2018 - 15h40Por Da redação / Metrópoles

Depois de um carro ser engolido por uma cratera na entrada de Vicente Pires-DF, outro episódio, por pouco, não termina em tragédia. Um cavalo morreu eletrocutado ao passar por uma rua em obras da cidade por volta das 10h desta quarta-feira (14).

Segundo o Corpo de Bombeiros, o carroceiro passava pelo local, levou um “pequeno choque”, mas não precisou de atendimento médico. Já o animal não resistiu à descarga elétrica. A corporação informou que o solo “estava energizado”.

O administrador regional de Vicente Pires, Charles Guerreiro, afirmou que o cavalo foi eletrocutado ao entrar em contato com fiação do poste que fica nas proximidades da chácara 218, da Rua 8. “Ele estava passando pela rua molhada, com lama provocada pelas escavações de galerias pluviais que estamos fazendo, quando levou um choque”, ressaltou.

Charles explica que o fornecimento feito pela Companhia Energética de Brasília (CEB) foi interrompido na região, mas parte da distribuição já foi religada. “Neste momento, apenas a chácara [218] está sem luz”, ressaltou. Ainda de acordo com Charles, o carroceiro, proprietário do animal, não sofreu ferimentos.

Já a Companhia Energética de Brasília (CEB) informou que o acidente aconteceu por causa da escavação de alguma obra que está sendo feita em Vicente Pires, em frente ao condomínio 218. “Com o solo molhado, ocorreu uma fuga de energia por conta de uma emenda existente no cabo e o animal, ao passar pelo local, sofreu uma eletrocussão pelo que chamamos de tensão de passo”, destacou, em nota, a estatal.

Às 10h, a empresa foi acionada pelos bombeiros e fez o desligamento de 2.181 unidades consumidoras para atendimento emergencial. Mas por volta das 10h45, apenas os condomínios 195 e 218 permaneciam sem energia. A CEB diz que o cabo com problema será removido da rede.

“O cabo que ocasionou o acidente é um ramal subterrâneo de baixa tensão que atende ao Condomínio 218. A troca desse cabo é de responsabilidade do cliente, e todo o condomínio ficará sem fornecimento de energia até que o cliente realize a obra necessária para sua religação”, assinalou a CEB.