ALMS - RAMAL
Menu
Busca segunda, 13 de julho de 2020
ALMS
Geral

Clima promete intercalar entre sol e chuva nos próximos dias

A tmeperatura sofre quedas e o sol volta a predominar na quinta-feira

03 setembro 2016 - 15h16Por Dany Nascimento

O clima sofreu variações em Mato Grosso do Sul na última semana e promete continuar intercalando entre sol e chuva na primeira quinzena de setembro. A população pode preparar casacos e guarda-chuvas para serem utilizados durante a semana, já que a temperatura terá quedas com a chegada da chuva.

Neste sábado (3), o tempo voltou a ficar nublado, com umidade relativa do ar variando entre 39 e 95%, com possibilidade de chuva a qualquer hora do dia. Em Campo Grande, a temperatura despencou e terá máxima de 23ºC e mínima de 17ºC.  No domingo (4), o clima continua nublado e os termômetros devem atingir máxima de apenas 22ºC.

Na segunda-feira (5), o sol volta a aparecer, mas como o céu permanece nublado, deve chover a qualquer hora do dia e a temperatura sofre queda e chega a 19ºC. A umidade relativa do ar deve melhorar no início da semana, fazendo com que as pessoas respirem mais aliviada, já que a umidade sofre variações entre 72 e 95%. A mínima registrada deve ser de 13ºC.

Conforme dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), a chuva da uma trégua e o sol volta a aparecer na terça-feira (6),  com temperaturas de até 24ºC, com umidade relativa do ar de até 94%. A mínima será de 12ºC. As temperaturas começam a subir no feriado de 7 de setembro e atinge 27ºC. Na quinta-feira (8), os termômetros registram 29ºC.

O calor que alegra os campo-grandenses retornar à Capital na sexta-feira (9) e mesmo com possibilidade garoa, deve permanecer com temperaturas que chegam a 33ºC, com umidade relativa do ar entre 45 e 78% e mínima de 21ºC. O sábado (10) será de sol, com possibilidade de garoa e temperaturas de até 34ºC.

 

Leia Também

Rosemir baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
Polícia
Rosemir baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
Brasil chega a 72,1 mil mortes por covid-19 e 1,86 milhão de casos
Saúde
Brasil chega a 72,1 mil mortes por covid-19 e 1,86 milhão de casos
Rosemir matou esposa foi por não aceitar fim do relacionamento
Polícia
Rosemir matou esposa foi por não aceitar fim do relacionamento
Homem mata a esposa, atira nos filhos e se mata em igreja de Dourados
Polícia
Homem mata a esposa, atira nos filhos e se mata em igreja de Dourados