Menu
sexta, 14 de agosto de 2020
Geral

'Coaching de relacionamento' extorquiu 26 mulheres no DF

Laudo médico ainda afirma que Andrade transmitiu para ela doença venérea HPV

01 agosto 2020 - 17h10Por Metrópoles

Com faro aguçado para identificar mulheres emocionalmente vulneráveis, um homem que se apresenta como “coach sentimental” seduz, extorque e descarta as vítimas com a mesma facilidade que enreda empresárias, servidoras públicas e profissionais liberais de sucesso. A Polícia Civil do Distrito Federal apura uma série de ocorrências registradas contra Jairo de Andrade Silva, 47 anos.

A maioria dos casos envolve o chamado estelionato sentimental. Apenas uma das mulheres alvo do “Don Juan” teria perdido cerca de R$ 80 mil, após se envolver amorosamente com o profissional especializado no chamado “coaching de relacionamento”. O Metrópoles entrevistou vítimas que fazem parte da lista de 26 mulheres envolvidas pela lábia de Andrade. O modus operandi usado pelo coach na hora de caçar suas presas era quase sempre o mesmo: ele usava as redes sociais para se aproximar.

Apaixonada pelas juras de amor cantadas em prosa e verso pelo homem, uma das 26 mulheres que figurava na lista de conquistas de Andrade perdeu milhares de reais e ainda comprou um carro para o amado circular pela cidade.

Mais que isso: a vítima anexou à ocorrência policial um laudo médico afirmando que Andrade transmitiu para ela doença venérea HPV, após convencê-la a manter relações sexuais sem o uso de preservativo.

Leia Também

Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Cidade Morena
Homem baleado na cabeça na Mato Grosso morre na Santa Casa
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Cidade Morena
Três ex-guardas municipais envolvidos na milícia dos Name são soltos pela Justiça
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Cidade Morena
Baleado na avenida Mato Grosso está em estado gravíssimo na Santa Casa
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande
Cidade Morena
Energisa cobra atestado de cliente suspeito de covid para não cortar luz em Campo Grande