Menu
segunda, 25 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Geral

Deputados dos Estados Unidos garantem que coronavírus vazou de laboratório chinês

Presidente Jair Bolsonaro chegou a ser punido nas redes sociais por fazer afirmação semelhante

03 agosto 2021 - 17h37Por Thiago de Souza

Deputados do partido Republicano, nos Estados Unidos, divulgaram, nesta terça-feira (3), relatório com suspeitas que o novo coronavírus vazou de um laboratório chinês. 

Segundo o R7, o documento cita que há ampla evidência que cientistas do Instituto de Virologia de Wuhan, na China, auxiliados por pesquisadores americanos e fundos dos governos chinês e americano, teriam trabalhado para modificar os coronavírus a fim de infectar humanos. E que essa manipulação genética do corona poderia ser às escondidas.

Mike MacCaul, deputado membro do Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Estados Unidos, pediu investigação bipartidária sobre as origens da pandemia. 

Ainda segundo o R7, a China nega que um coronavírus modificado tenha vazado do laboratório e garante que não houve encobrimento do caso. 

‘’Acreditamos que a preponderância das evidências prova que o vírus vazou do Instituto de Virologia de Wuhan e que o fez em algum momento antes de 12 de setembro de 2019."